05:43 23 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Lançamento de mísseis de cruzeiro Kalibr (foto de arquivo)

    Marinha da Rússia conduz manobras no mar Báltico (VÍDEO)

    © Foto / Ministério da Defesa da Rússia
    Defesa
    URL curta
    3250
    Nos siga no

    Um grupo de ataque naval da Marinha russa realizou uma simulação de lançamentos de mísseis de cruzeiro antinavio no mar Báltico.

    De acordo com o Ministério da Defesa da Rússia, um grupo da Frota do Báltico formado pelos navios de mísseis pequenos Mytischi, Zeleny Dol, Serpukhov, Liven e Passat e lancha de mísseis Chuvashia usaram todos os tipos de mísseis para atacar alvos que simulavam um destacamento de navios de guerra de um inimigo virtual.

    A simulação do ataque de mísseis foi realizada por vários navios simultaneamente. No âmbito das manobras, os marinheiros treinaram lançamentos de tais mísseis de cruzeiro como Kalibr, Malakhit e Moskit.

    Segundo relatam representantes do Distrito Militar Ocidental russo, o ataque ocorreu em um ambiente de interferência eletrônica criado artificialmente para treinar as tarefas das tripulações.

    Durante as manobras, os navios também treinaram o combate a vários tipos de interferência eletrônica.

    No decurso das missões de fogo, as tripulações realizaram uma série de exercícios navais: luta pela capacidade de sobrevivência, defesa contra sabotagem enquanto estavam estacionados em uma zona desprotegida, organização da interação e comunicação entre navios e navegação conjunta.

    Mais:

    De alcance superlongo e propulsão anaeróbica: drone subaquático russo será testado em 2021
    Deputado canadense sugere envio de submarinos da OTAN ao mar Negro
    'Frota fantasma' de drones americanos: blefe ou arma perfeita contra submarinos russos?
    Marinha do Brasil usa 'caveirão do mar' no combate ao narcotráfico e à pirataria
    Tags:
    inimigo virtual, manobras navais, mísseis de cruzeiro, exercícios táticos, navios de guerra, interferência, Moskit, Kalibr, Frota do Mar Báltico, Marinha da Rússia, mar Báltico, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar