01:58 22 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Bombardeiro russo Tu-160

    Bombardeiros estratégicos russos Tu-160 sobrevoam 3 mares (VÍDEO)

    © AP Photo / Misha Japaridze
    Defesa
    URL curta
    4320

    Dois bombardeiros estratégicos supersônicos russos Tu-160 realizaram uma missão de rotina sobre as águas neutras dos mares de Barents, da Noruega e do Norte, comunicou o Ministério da Defesa da Rússia.

    As informações foram divulgadas pela entidade militar através de sua página oficial no Facebook.

    "Dois bombardeiros estratégicos Tu-160 realizaram um voo planejado no espaço aéreo sobre as águas neutras do mar de Barents, mar da Noruega e mar do Norte", diz-se no comunicado.

    A nota acrescenta que os bombardeiros de longo alcance foram acompanhados por caças MiG-31, capazes de interceptar e destruir múltiplos alvos aéreos a altitudes entre os 50 e os 28.000 metros.

    Segundo dados fornecidos pelo Ministério da Defesa russo, o voo durou mais de 13 horas.

    Ademais, as tripulações dos Tu-160 e MiG-31 treinaram o reabastecimento no ar.

    "Em alguns trechos da rota, os aviões russos foram escoltados por caças F-16 das Forças Aéreas da Noruega e Dinamarca", destaca-se.

    De acordo com o comunicado, os pilotos da aviação estratégica russa efetuam regularmente voos sobre as águas neutras do Ártico, do Atlântico Norte, dos mares Negro e Cáspio e do oceano Pacífico.

    Todos os voos da Força Aeroespacial da Rússia são realizados em estrita conformidade com as regras internacionais quanto ao uso do espaço aéreo, enfatizou o Ministério da Defesa.

    Mais:

    'Monstro' polivalente: National Interest avalia versão modernizada do caça MiG-29 russo
    Por que Su-57 russo pode vir a ser um sucesso no mercado mundial de armas?
    Caça russo Su-57 contará com laser para neutralizar mísseis inimigos
    Chanceler russo explica função dos especialistas militares da Rússia na Venezuela
    Tags:
    águas neutras, voo de observação, bombardeiro estratégico, missão, Tu-160, F-16, MiG-31, Força Aeroespacial da Rússia, Ministério da Defesa, mar do Norte, Mar de Barents, Mar da Noruega, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar