13:07 23 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Embarcações da Marinha russa durante exercícios no mar Negro

    EUA pedirão que OTAN aumente vigilância para conter Rússia no mar Negro

    © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia
    Defesa
    URL curta
    1329
    Nos siga no

    Os EUA estão trabalhando em um pacote de medidas destinado a aumentar a presença da aliança no mar Negro, declarou na terça-feira (2) a embaixadora dos EUA na OTAN, Kay Bailey Hutchison.

    Segundo os dados preliminares, o pacote vai ser apresentando aos outros países membros da OTAN durante a próxima reunião da OTAN em Washington e prevê o aumento da vigilância e o envio de mais navios da aliança para o mar Negro.

    "Temos vindo a trabalhar em um pacote para apresentar aos ministros das Relações Exteriores e este pacote prevê a vigilância, vigilância aérea, bem como que mais navios dos países membros da OTAN entrem no mar Negro para assegurar que há uma passagem segura para as embarcações ucranianas através do estreito de Kerch, ao mar de Azov", declarou Hutchison.

    "É muito importante para a Bulgária e para os outros países ribeirinhos do mar Negro que prestemos mais atenção para assegurar que essas águas estão abertas e também que esses países ao redor do mar Negro estão livres da ingerência russa", acrescentou a embaixadora.

    Em 25 de novembro, três navios da Marinha ucraniana violaram as fronteiras da Rússia. Eles realizaram manobras perigosas durante várias horas sem atender às exigências das autoridades russas. Como resultado, todos os navios foram detidos e os marinheiros presos.

    O presidente russo, Vladimir Putin, classificou o incidente no estreito de Kerch como provocação incentivada pelo presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko. Na ocasião, o líder russo indicou que tudo foi organizado para introduzir a lei marcial na Ucrânia e, assim, adiar as eleições presidenciais.

    Mais:

    Presença de destróier dos EUA no mar Negro aumenta risco de provocações, afirma analista
    NI avalia tentativas do Ocidente de intimidar a Rússia no mar Negro
    Análise: nova provocação da Ucrânia permitirá que EUA ampliem presença no mar Negro
    Tags:
    OTAN, mar de Azov, Rússia, mar Negro, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar