18:35 25 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Bombardeiro estratégico B-52 da Força Aérea dos EUA

    Garantia de 'segurança regional': bombardeiros americanos B-52 cumprem missões na Europa

    © Boeing
    Defesa
    URL curta
    204

    Esta semana, bombardeiros nucleares de longo alcance B-52H Stratofortress estadunidenses efetuaram várias missões de treinamento na Europa para demostrar de maneira "clara e visível" o compromisso de Washington com a segurança regional, informou a Força Aérea dos EUA.

    Três dos bombardeiros B-52 foram transferidos da base aérea de Barksdale, no estado norte-americano de Luisiana, para a base britânica de Fairford, no final da semana passada.

    Ataque virtual contra uma base naval russa

    Em 20 de março, o portal de monitoramento Plane Radar comunicou que, nesse dia, um bombardeiro estratégico norte-americano Boeing B-52H Stratofortress da Força Aérea dos EUA decolou da base aérea inglesa de Fairford e se aproximou das fronteiras da região russa de Kaliningrado. De acordo com o portal, o bombardeiro treinou um ataque virtual contra uma base da Frota do Báltico russa.

    Entretanto, segundo supõe a CNN, os voos dos bombardeiros estratégicos estadunidenses na região visam enviar "uma mensagem forte" a Moscou no 5º aniversário da reunificação da Crimeia com a Rússia.

    Respondendo a quaisquer crises ou potenciais desafios

    Em 18 de março, quatro B-52 "realizaram voos a vários lugares da Europa", inclusive ao mar da Noruega, ao mar Báltico (Estônia) e ao mar Mediterrâneo (Grécia), indicou a Força Aérea em um comunicado.

    Conforme a entidade militar americana, o objetivo principal dos voos foi "familiarizar os membros das tripulações com o teatro de operações e demonstrar o compromisso dos EUA com aliados e parceiros".

    O Comando Estratégico dos EUA "avalia regularmente" a prontidão de combate de seu contingente para garantir que pode cumprir missões de segurança.

    "As missões estratégicas dos bombardeiros melhoram a preparação e capacitação necessárias para responder a quaisquer crises ou potenciais desafios em todo o mundo", detalhou a Força Aérea.

    Preservando a 'segurança regional'

    Em outro comunicado, divulgado hoje (21), a Força Aérea informou que os bombardeiros efetuam voos de treinamento na região do Báltico e na Polônia "como uma demonstração clara e visível do compromisso dos EUA com a segurança regional".

    Estas missões foram "estreitamente coordenadas" com os governos dos respetivos países e com as unidades da missão Enhanced Forward Presence (Presença Avançada Reforçada) da OTAN, destacaram os militares dos EUA.

    Mais:

    Forte inundação atinge base americana com 'aviões do Juízo Final' (FOTOS)
    Bombardeiros dos EUA teriam fingindo ser aviões russos durante manobras
    Avião militar americano é detectado sobrevoando área de bases russas na Síria (FOTO)
    'Avião do Juízo Final' está em perigo? Confira destino da aeronave após inundação
    Tags:
    treinamento militar, bombardeiros, avião de combate, missão, segurança, B-52, Força Aérea dos EUA, Kaliningrado, Europa, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar