09:36 16 Julho 2019
Ouvir Rádio
    AK-203

    750 mil rifles e 1 cliente: Rússia celebra estratégia de exportação de 'mortíferos' AK-203

    © Foto: Kalashnikov Media
    Defesa
    URL curta
    8481

    De sistemas de defesa aérea a submarinos nucleares, a União Soviética tem contado com uma longa e lucrativa relação com a Índia na área de exportação de armas, recordou a revista The National Interest.

    Contudo, hoje a Rússia segue lutando para entrar no mercado indiano de armas leves e, após décadas de impasse, parece que a Rússia conseguiu encontrar o caminho para o sucesso através dos novos rifles de assalto AK-203, indicou.

    Recentemente, o presidente russo, Vladimir Putin e o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, inauguraram um novo empreendimento conjunto para a produção dos rifles AK-203 em Korwa, na Índia.

    A produção conjunta marca o fim da longa busca indiana por um sucessor dos rifles INSAS, utilizado pelas forças indianas desde 1998.

    O AK-203, que é uma versão de exportação do AK-12, conta com melhorias de desempenho em comparação com os rifles INSAS, apontou a revista.

    O rifle Kalashnikov evita os problemas de interferências e resistência às temperaturas que ocorrem nos INSAS, sendo mais leve, com menor comprimento e uma ergonomia moderna, além de outros recursos que contribuem para uma melhor experiência de manuseio.

    O acordo assinado entre os dois países envolve 750.000 unidades do rifle AK-203, sendo que 40.000 serão diretamente importados.

    Segundo o CEO da Rosobornexport, Aleksandr Mikheev, o rifle AK-203 é apenas o primeiro passo dos planos da Kalashnikov para o mercado indiano, enfatizando que a "capacidade da usina é suficiente para armar o pessoal de todas as agências de segurança da Índia […]", além disso, "caso seja necessário, as partes poderão elevar a produção e atualizar a planta para produzir futuros modelos com base no projeto exclusivo da Kalashnikov".

    O fato mostra que a Kalashnikov adotará uma estratégia de exportação de armas ligeiras, oferecendo seu rifle emblemático em dois tamanhos diferentes e três câmeras, com o objetivo de atrair o maior número de importadores possível, ressaltou a edição.

    Mais:

    Índia vai equipar Su-30MKIs com bombas israelenses de alta precisão
    Há uma '3ª força' incitando conflito entre Índia e Paquistão, afirma especialista
    Índia realiza ataques aéreos contra 'acampamento terrorista' no Paquistão
    Tags:
    fuzil, rifle, fuzil de assalto, armas, Índia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar