11:48 15 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Operação contra guerrilheiros subterrâneos no Vietnã em 1967

    Nada de especial: analista avalia nova 'superarma' americana

    © Foto/ Domínio publico
    Defesa
    URL curta
    7212
    Nos siga no

    Túneis táticos poderiam se tornar uma nova "superarma" dos EUA no campo de batalha, informa a revista americana National Interest. O analista militar Viktor Murakhovsky expressou sua opinião sobre esse assunto.

    A National Interest escreveu sobre o uso de túneis táticos no campo de batalha proposto pela Agência de Projetos de Pesquisa Avançada (DARPA) do Departamento de Defesa dos EUA, considerando essa táctica como uma "superarma".

    O membro do Conselho de Especialistas da Comissão de Indústria Militar da Rússia, Viktor Murakhovsky, comentou esse artigo da revista americana.

    "Tudo isso faz parte do conceito de criação de zonas de penetração em profundidade nas defesas do inimigo no seu território. De fato, isso não é uma arma como tal. Prevê-se usar uma série de armas modernas, incluindo de baixa visibilidade – drones, meios terrestres, incluindo robóticos", explicou o analista.

    Segundo ele, os EUA não foram os primeiros a decidir usar túneis táticos no campo de batalha.

    "Por exemplo, é sabido que a chamada 'guerra dos tuneis' foi amplamente usada durante a Guerra da Coreia e a Guerra do Vietnã. É uma das táticas com uso, por exemplo, de meios da engenharia militar", revelou Murakhovsky.

    Segundo o especialista, quanto à nova tática dos EUA, não se trata de uma tática sem precedentes. A única diferença é que anteriormente eram os sapadores que realizavam essas ações. Os EUA, por sua vez, planejam usar sistemas de engenharia, revelou ele, sublinhando que se trata, provavelmente, de sistemas robóticos.

    Mais:

    Publicadas novas IMAGENS das consequências devastadoras deixadas por tornados nos EUA
    EUA tentam impedir que países árabes estabeleçam vínculos com Assad, escreve WP
    Número de mortos após tornado em Alabama e Geórgia, nos EUA, sobe para 22 (FOTOS)
    Premiê: Moscou está monitorando negociações para intervenção militar dos EUA na Venezuela
    Tags:
    exército, armas, túneis secretos, The National Interest, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar