15:32 21 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Canhão de um tanque (imagem referencial)

    China está pronta para testar canhões de plasma, diz mídia

    © Sputnik / Mikhail Voskresensky
    Defesa
    URL curta
    6423

    O exército chinês planeja colocar à prova sua revolucionária “artilharia eletromagnética”, que poderia elevar sem precedentes as capacidades de seus obuses e veículos de combate.

    As forças chinesas abriram uma licitação para obter os sistemas de prova para as novas armas. Apesar da artilharia de plasma parecer algo de ficção científica, ela se trata de um conceito relativamente desenvolvido.

    Anteriormente, engenheiros militares chineses patentearam um invento de mesmo nome, entretanto não foi divulgada nenhuma informação adicional sobre a arma, informa a mídia Chinamil.

    Ainda que o nome de "artilharia eletromagnética" possa insinuar o lançamento do próprio plasma, a realidade é mais simples do que pode parecer.

    Ou seja, a arma consiste em utilizar campos magnéticos para converter em gás para tocha plasma de pólvora quente que é gerada ao disparar, graças a uma fina capa de plasma pode ocorrer a redução da fricção entre o projétil e o canhão.

    Dessa maneira, elevaria tanto a velocidade do projétil quanto seu alcance. Sendo assim, graças ao invento, projéteis poderiam ser acelerados a velocidade maiores do que Mach 6 e seu alcance chegaria até 100 quilômetros ao invés dos convencionais 50.

    Uma das grandes vantagens do novo sistema é seu tamanho compacto, que permite ser instalado sobre veículos de combate e obuses autopropulsados. Além disso, há a possibilidade de que a capa de plasma melhore a precisão do disparo e eleve o alcance dos canhões.

    Contudo, armas eletromagnéticas, assim como canhão eletromagnético, teoricamente podem fazer com que projéteis atinjam uma velocidade de Mach 7, porém, seu grande tamanho é uma importante limitação, já que na prática estas armas podem ser instaladas apenas em grandes navios.

    Mais:

    China espera progresso em desnuclearização após nova cúpula entre Kim e Trump
    China descobre 'em casa' reservas fartas de gás e petróleo de ótima qualidade
    China planeja construir usina solar no espaço até 2030, relata mídia
    Tags:
    pulso eletromagnético, arma, plasma, testes, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar