19:54 17 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Sistema de mísseis costeiros Bal (foto de arquivo)

    Sistemas de mísseis antinavio dos EUA e Rússia são comparados em detalhe

    © Sputnik / Vitaly Timkiv
    Defesa
    URL curta
    4281
    Nos siga no

    Analistas militares analisaram as características do Bal russo e do RGM Harpoon americano e compararam vários critérios capazes de influir no resultado da batalha.

    Especialistas do semanário russo Zvezda notam que o sistema Bal, entrado em serviço em 2008, está instalado sobre um chassi todo-terreno MZKT-7930, que permite manobrar rapidamente e tomar posições de tiro em zonas costeiras não preparadas previamente pela engenharia.

    O sistema Bal está armado com mísseis de cruzeiro antinavio Uran Kh-35 com alcance de voo de até 260 quilômetros. O míssil segue uma rota programada, comparando-a com o sistema inercial, e ao aproximar-se do alvo a uma altura de um a dois metros acima do mar ativa o radar de busca.

    O recheio altamente explosivo de 670 quilos da ogiva pode destruir qualquer navio com um deslocamento de até 5.000 toneladas. Um míssil é suficiente para levar ao fundo um navio de guerra inimigo. Além disso, o sistema Bal pode disparar salvas ou fazer o lançamento de um míssil isolado, o que economiza munições e elimina o risco de detecção pelo inimigo. Cada lançador Bal dispõe de uma reserva de 32 mísseis.

    O Harpoon é colocado em instalações de 4 câmaras em navios, veículos terrestres e aéreos e está operacional desde 1977. Na versão clássica do foguete, o corpo de 4,5 metros contém uma munição de fragmentação com 221 kg de massa. Isso é menos do que o da sua contraparte russa, mas isso é suficiente para afundar um navio.

    O Harpoon não precisa de estradas. Seus principais lugares de ação são o mar e o ar, pois funciona diretamente na perfeição a partir de um navio ou de um avião. No início da produção dos Harpoon, uma instalação de 4 contêineres de lançamento em fibra de carbono foi criada especificamente para navios de superfície e lanchas.

    A versão para aviação dos mísseis Harpoon é compatível com a maioria das aeronaves de combate da OTAN. Os aviões antissubmarino Lockheed P-3 Orion a turboélice ou Boeing P-8 Poseidon a jato são os seus portadores típicos.

    Quanto a lançadores terrestres do míssil Harpoon, teoricamente eles existem, mas na realidade já nenhum desses lançadores pode ser visto nos exércitos dos EUA ou dos países da OTAN. O Harpoon americano, tal como o foguete russo, voa para o alvo a uma altitude ultrabaixa a uma velocidade de 850 quilômetros por hora. Após o tempo especificado pelo operador, é ativado o radar de busca ativa do alvo em um setor de 45 graus.

    Dependendo do alvo, o míssil acerta diretamente no costado ou faz uma manobra subindo 1,5 km mergulhando depois sobre o alvo, mas nesse caso fica vulnerável à defesa antiaérea. Seu alcance, mesmo nas novas versões do foguete, está longe dos indicadores russos — apenas 220 quilômetros.

    "Assim, o sistema de mísseis costeiros Bal, com sua mobilidade, poder de fogo e velocidade de desdobramento, se tornou um verdadeiro 'martelo' a jato nas costas marítimas russas", dizem os especialistas militares.

    A modernização em larga escala do Harpoon, anunciada pelo Pentágono em 2008, ainda continua decorrendo. Segundo o programa, centenas de mísseis estão sendo modernizados. Destes, 800 são apenas para sistemas terrestres.

    Os especialistas concluíram que os misseis Harpoon tradicionais já têm dificuldade em lidar com os requisitos da guerra moderna, mesmo as novas modificações não resolvem tudo.

    O alto custo de mais de 700 mil dólares (R$ 2,6 milhões) por unidade também é um obstáculo sério. O sistema russo Bal não só é 3 vezes mais barato, como também é mais leve e tem um alcance mais longo.

    Mais:

    Marinha tailandesa comprará mísseis norte-americanos Harpoon
    Sistemas de mísseis costeiros Bal são avistados na Crimeia (VÍDEO)
    Batalha do século: F-22 vs Su-57, qual tem mais chances de vencer?
    Tags:
    comparação, sistemas de mísseis, Harpoon, Bal, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar