05:50 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Estação de radar Voronezh-SM

    Rússia aperfeiçoa seu sistema de alerta precoce contra lançamentos de mísseis

    © Sputnik / Aleksandr Yuriev
    Defesa
    URL curta
    0 412
    Nos siga no

    A Rússia completou a reconfiguração do seu sistema de alerta antimíssil terrestre e corrigiu todas as brechas de cobertura deixadas após o colapso da União Soviética, declarou o vice-chefe da Força Aeroespacial da Rússia, major-general Igor Morozov.

    "O governo do país e o Ministério da Defesa têm prestado a maior atenção nos últimos tempos a esse sistema estratégico. Nós conseguimos na prática completar a sua modernização", anunciou Morozov ao falar na rádio Ekho Moskvy.

    Segundo ele, no ano passado a Rússia pôs em ação três novas estações de radar de alerta precoce, em Yeniseysk, Barnaul e Orsk. Foi criado um campo contínuo de cobertura, no qual anteriormente havia brechas, já que uma parte dos meios foi deixada nas antigas repúblicas da URSS. O oficial afirmou que uma parte do sistema foi liquidada a pedido desses países, por isso a Rússia se vê obrigada a reconstituir o sistema de novo.

    Morozov ressaltou que ainda é necessário acabar algum trabalho pouco significativo de substituição de radares obsoletos em uma série de estações, o que levará cerca de 3 anos. Entretanto, o aperfeiçoamento dos algoritmos matemáticos de processamento de dados continuará permanentemente, acrescentou.

    O general assinalou que o sistema se torna cada vez mais necessário no contexto da saída dos EUA do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF).

    No dia 2 de fevereiro, os EUA suspenderam suas obrigações decorrentes do Tratado INF, assinado em 1987 com a então União Soviética e que proíbe os mísseis balísticos e de cruzeiro com alcance entre 500 e 5.500 quilômetros.

    Moscou, por sua vez, anunciou que suspende igualmente a sua permanência do tratado e começa a desenvolver um míssil hipersônico, deixando claro que, além de não querer se envolver na corrida armamentista, também manterá suas propostas de desarmamento e esperará até que os EUA estejam prontos para negociações.

    Mais:

    Moscou: EUA podem estar testando mísseis proibidos sob pretexto de defesa antimíssil
    EUA violaram Tratado INF por anos, mas Rússia propõe manutenção do acordo, diz ministério
    Pentágono pede ajuda para seguir Rússia e China no uso militar da inteligência artificial
    Maioria na Rússia não crê em acusações dos EUA sobre violações do INF
    Tags:
    aperfeiçoamento, sistema antimísseis, radar, alerta, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar