13:43 21 Abril 2019
Ouvir Rádio
    Bombardeiro russo de longo alcance Tu-22M3 (foto de arquivo)

    Analista americano: bombardeiro russo modernizado representa ameaça para Marinha dos EUA

    © flickr.com/ Dmitry Terekhov
    Defesa
    URL curta
    4221

    Mark Schneider, analista sênior do Instituto Nacional de Administração Pública dos EUA, elogiou, em um artigo publicado no site do Instituto Naval dos EUA, o bombardeiro russo Tu-22M3, que passou por modernização.

    Schneider admite que o novo conjunto de armamentos da aeronave impressiona por suas capacidades de combate contra alvos terrestres e navios e representa uma das mais sérias ameaças para a Marinha dos EUA.

    O analista ressalta que o bombardeiro será equipado com mísseis extremamente velozes de longo alcance portando ogivas nucleares e convencionais. Ele também elogiou os sistemas de supressão eletrônicos russos, que dificultam a interceptação do Tu-22M3.

    O autor acredita que os Estados Unidos terão que levar em conta a ameaça deste bombardeiro por mais 20 anos.

    Além disso, o especialista militar recordou o desenvolvimento de uma versão antinavio do novo míssil hipersônico Tsirkon e de um míssil de cruzeiro de muito longo alcance para o bombardeiro.

    "A Marinha dos EUA tem de desenvolver em breve uma tecnologia e uma doutrina militar para combater essa crescente ameaça mortal de longo alcance", concluiu Schneider.

    Mais:

    WSJ: sistemas antiaéreos russos são 'escudo poderosíssimo' que desafia EUA
    EUA desativam esquadrão de F-22 após passagem de furacão na Flórida
    Mais de 10 navios da frota da Rússia no mar Negro participarão de exercícios militares
    Tags:
    míssil, ameaça, bombardeiro estratégico, Tu-22M3, Marinha dos EUA, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar