21:14 13 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Bombardeiro russo de longo alcance Tu-22M3 (foto de arquivo)

    Analista americano: bombardeiro russo modernizado representa ameaça para Marinha dos EUA

    © flickr.com / Dmitry Terekhov
    Defesa
    URL curta
    4221
    Nos siga no

    Mark Schneider, analista sênior do Instituto Nacional de Administração Pública dos EUA, elogiou, em um artigo publicado no site do Instituto Naval dos EUA, o bombardeiro russo Tu-22M3, que passou por modernização.

    Schneider admite que o novo conjunto de armamentos da aeronave impressiona por suas capacidades de combate contra alvos terrestres e navios e representa uma das mais sérias ameaças para a Marinha dos EUA.

    O analista ressalta que o bombardeiro será equipado com mísseis extremamente velozes de longo alcance portando ogivas nucleares e convencionais. Ele também elogiou os sistemas de supressão eletrônicos russos, que dificultam a interceptação do Tu-22M3.

    O autor acredita que os Estados Unidos terão que levar em conta a ameaça deste bombardeiro por mais 20 anos.

    Além disso, o especialista militar recordou o desenvolvimento de uma versão antinavio do novo míssil hipersônico Tsirkon e de um míssil de cruzeiro de muito longo alcance para o bombardeiro.

    "A Marinha dos EUA tem de desenvolver em breve uma tecnologia e uma doutrina militar para combater essa crescente ameaça mortal de longo alcance", concluiu Schneider.

    Mais:

    WSJ: sistemas antiaéreos russos são 'escudo poderosíssimo' que desafia EUA
    EUA desativam esquadrão de F-22 após passagem de furacão na Flórida
    Mais de 10 navios da frota da Rússia no mar Negro participarão de exercícios militares
    Tags:
    míssil, ameaça, bombardeiro estratégico, Tu-22M3, Marinha dos EUA, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar