10:33 13 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Sistemas de defesa antimísseis S-400 da Rússia (foto do arquivo)

    WSJ: sistemas antiaéreos russos são 'escudo poderosíssimo' que desafia EUA

    © Sputnik / Sergei Malgavko
    Defesa
    URL curta
    18180
    Nos siga no

    A introdução em ampla escala de sistemas de mísseis antiaéreos S-400 Triumph lança um desafio à aviação americana, escreve o correspondente do Wall Street Journal Thomas Grove.

    De acordo com a edição americana, o sistema de defesa antiaérea russo ameaça a supremacia no ar da Força Aérea dos EUA e obriga a rever a estratégia militar de Washington.

    "O sistema russo de mísseis antiaéreos S-400, que por seu potencial representa um escudo antiaéreo poderosíssimo, altera os cálculos dos EUA e seus aliados em possíveis pontos críticos, começando pela Síria, onde ele foi implantado", diz a publicação.

    Segundo a edição, Washington reconhece que as capacidades militares de Rússia retiram ao exército americano suas "vantagens geopolíticas" e a capacidade de "atuar livremente", além de "ameaçarem os interesses vitais dos EUA".

    Como informa o WSJ, a popularidade do sistema Triumph na Turquia, na Índia e na Arábia Saudita causa uma "preocupação significativa em Washington e na OTAN". Os compradores dos S-400 não são desencorajados pelas possíveis sanções dos EUA por causa da cooperação "com o complexo militar-industrial russo".

    "À medida que a Rússia cumpre os termos de contratos, a expansão da zona de cobertura dos S-400 cria barreiras que ameaçam a supremacia aérea dos EUA, que se manteve indiscutível por décadas, no Oriente Médio, no Ártico e em algumas partes da Ásia. Vendendo o S-400 para outros países, a Rússia está expandindo entre eles as capacidades para de defenderem contra as Forças Armadas dos EUA", diz o jornalista.

    De acordo com o WSJ, o sistema de defesa antiaérea russo é significativamente superior ao sistema de defesa antiaérea Patriot americano. Assim, o S-400 é capaz de "rastrear até 300 alvos potenciais à distância de até 250 milhas", enquanto este indicador do Patriot é três vezes menor.

    O autor do artigo chamou a atenção para a eficácia do sistema de monitoramento por radar do sistema de mísseis antiaéreos russo e sua capacidade de detectar aeronaves furtivas.

    Como escreve Grove, tudo isso torna um "armamento mortal" como o S-400 em um meio extremamente eficaz no combate à ingerência militar do Ocidente.O potencial e as capacidades do sistema de mísseis antiaéreos da Rússia indicam que o período de supremacia aérea absoluta dos EUA acabou, conclui Grove.

    O sistema S-400 Triumph é um sistema de mísseis de defesa antiaérea capaz de eliminar alvos aéreos furtivos, mísseis de cruzeiro, mísseis balísticos, inclusive de médio alcance, e pode ser usado contra alvos terrestres.

    Além disso, o S-400 possui um alcance de engajamento até 600 km, sendo capaz de atingir alvos a 400 km em altitudes de até 30 km. Um regimento de lançadores de mísseis S-400 é composto por 16 lançadores múltiplos com quatro mísseis cada um.

    Mais:

    Índia receberá sistemas S-400 'a tempo e sem atrasos', assegura MRE russo
    Mídia informa sobre 'última tentativa' dos EUA de bloquear entregas dos S-400 à Turquia
    4ª divisão dos sistemas S-400 entra em serviço na fronteira entre Rússia e Ucrânia (VÍDEO)
    Mídia indica fator-chave que garante popularidade dos S-400 russos no mundo
    Tags:
    americana, superioridade aérea, fim, S-400 Triumph, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar