15:09 23 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Caça norte-americano F-35B Lightning II

    Caça F-35 está entre os 5 piores caças dos EUA, aponta mídia

    CC BY-SA 2.0 / Airwolfhound / F-35B Lightning II
    Defesa
    URL curta
    24186
    Nos siga no

    Como todos sabem, os EUA construíram inúmeros caças que marcaram pela excelência e capacidade de combate.

    Dentre esses caças, que ficaram marcados por sua excelência, podemos citar o P-51 Mustang, F4U Corsair, F-86 Sabre, F-15 Eagle, F-16 Fighting Falcon e o F-22.

    Contudo, há aquelas aeronaves que ficaram marcadas por suas falhas, sendo elas técnicas, operacionais ou devido aos próprios projetos. Perante a irregularidade dos EUA, essas aeronaves ficaram marcadas como as piores do país. A revista The National Interest listou o que considerou serem os cinco piores caças dos EUA.

    Bell P-59 Airacomet

     

    Esse foi o primeiro jato americano. O projeto surgiu em 1941, quando o general Henry H. Arnold, comandante da Força Aérea dos EUA, testemunhou um voo do jato inglês Gloster E-28/39, tomando conhecimento do programa de desenvolvimento de aeronaves a reação no Reino Unido.

    Entretanto, o jato americano foi considerado como um grande fracasso. Isso porque a aeronave não apresentou vantagens durante os testes de voo contra o Lockheed P-38 Lightning, o Republic P-47 Thunderbolt e o Mitsubishi Zero.

    O P-59 apresentava sérios problemas em seus motores, que eram altamente insatisfatórios, com relação à atuação dos manetes de potência e confiabilidade. Além disso, sua estabilidade lateral era muito ruim e o desempenho ficou muito abaixo das expectativas, sendo superado facilmente pelas aeronaves que deveria substituir.

    Vought F7U Cutlass

     

    Embora a aeronave possuísse um design único para seu tempo, os EUA não tinham vida fácil para construir aviões embarcados a jato na época.

    Uma prova disso, é que esse jato teve problemas desde o momento em que decolou pela primeira vez. Apesar de ser um avião muito veloz, tinha dificuldades em manter a altitude necessária para realizar um voo seguro.

    Além disso, seus motores Westinghouse não possuíam empuxo suficiente para realizar as decolagens e aterrissagens adequadas e aeronave tinha hidráulicos problemáticos.

    O F7U sofreu diversos acidentes, sendo que um quarto de suas unidades fabricadas se perdeu em acidentes.

    Grumman F-11 Tiger

    A empresa Grumman é muito conhecida por ter construído algumas das melhores aeronaves da Marinha dos EUA, contudo, o F-11 Tiger não foi um deles.

    Dentre os problemas do F-11 Tigger estava o seu alcance e a resistência, que foram considerados como inadequados, além de problemas de controle e estabilidade e seus motores nada confiáveis, permitindo em um teste de voo que a aeronave fosse atingida por seus próprios projéteis.

    Convair F-102 Delta Dagger

    Jato americano Convair F-102 Delta Dagger
    Jato americano Convair F-102 Delta Dagger

    O Convair F-102 Delta Dagger foi projetado para operar em grandes altitudes e como um interceptador de alta velocidade.

    Na época, ele se destacou como a primeira aeronave supersônica com asa em delta a entrar em serviço operacional. O projeto recebeu diversos modelos, contudo, ele enfrentou inúmeros problemas, sendo incapaz de atender a uma das exigências mais importantes que era a velocidade, o protótipo nem ultrapassou Mach 1.

    Mesmo após passar por diversas modificações, o F-102 nunca conseguiu satisfazer suas expectativas.

    F-35 Joint Strike Fighter

    Caça F-35
    Caça F-35

    O caça F-35 da Lockheed Martin não é um caça ruim, entretanto, com o passar dos anos e um dos maiores orçamentos da história, a aeronave não aparenta ser o que foi prometido originalmente.

    Acredita-se que as falhas do F-35 estejam ligadas ao fato de que o caça foi projetado quando as tecnologias das ameaças futuras eram desconhecidas.

    Hoje os caças F-35 são considerados como incapazes de enfrentar missões reais, sendo que apenas 15% deles estão aptos para as executar.

    Um dos principais problemas do caça F-35 estaria relacionado ao sistema de controle de armas, apresentando "deficiências técnicas" na utilização de mísseis ar-ar AIM-120. Além disso, os projéteis do canhão da aeronave falham de modo consistente em atingir alvos terrestres durante testes a baixa altitude, dentre outros problemas.

    Mais:

    Singapura está disposta a substituir caças F-16 por F-35, diz ministro da Defesa
    Quando F-35 é culpado de novo
    Compra de jatos F-35 na Bélgica é adiada após renúncia de premiê
    Tags:
    avião de assalto, avião de ataque, Bombardeiro, avião de combate, Força Aérea, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar