23:28 09 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Tu-22M3M, bombardeiro modernizado russo, é visto durante a cerimônia de rolagem, na Fábrica de Aviões de Kazan

    Bombardeiro russo profundamente modernizado é captado durante primeiro voo (VÍDEO)

    © Sputnik / Maksim Bogodvid
    Defesa
    URL curta
    6281
    Nos siga no

    A empresa russa Corporação Aeronáutica Unida (OAK) publicou imagens do primeiro voo do bombardeiro estratégico russo profundamente modernizado Tu-22M3M.

    Mais cedo, foi relatado que o voo decorreu normalmente e durou 37 minutos a uma altitude de 1.500 metros. A tripulação foi comandada pelo piloto de testes Oleg Petunin da base de testes de voo Zhukovskaya. Especialistas referiram que os equipamentos do Tu-22M3M funcionaram sem falhas.

    No contexto da profunda modernização deste bombardeiro, a bordo foi instalado um novo conjunto de modernos equipamentos aviônicos digitais, o que deve aumentar a precisão da navegação e o nível de automatização do comando e controle.

    Além disso, será mais simples realizar trabalhos de manutenção do bombardeiro e o seu potencial de combate será mais alargado.

    O primeiro protótipo do avião Tu-22M3M foi criado como parte de um grande programa de modernização da aviação russa. A partir de agora, este bombardeiro estratégico irá passar por testes oficiais.

    O Tu-22M3 é um bombardeiro estratégico de longo alcance, projetado para destruir alvos terrestres e marítimos a partir de altas, médias e baixas altitudes. A aeronave foi adotada em serviço em 1989.

    Este é o bombardeiro de longo alcance mais produzido. No total, foram fabricadas 268 aeronaves desta modificação.

    Mais:

    Bombardeiro Tu-160 russo vs B-1B Lancer estadunidense: qual é o melhor?
    Rússia inicia desenvolvimento de bombardeiro estratégico inovador
    Helicóptero Mi-28 modernizado tem 'nível essencialmente novo', diz especialista militar
    Tags:
    bombardeio, testes, voo, Tu-22M3, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar