21:25 25 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Sistemas de mísseis S-400 Triumph do regimento de defesa antiaérea na cidade russa de Teodósia, na Crimeia

    EUA pretendem frustrar fornecimento de sistemas russos S-400 à Turquia, diz analista

    © Sputnik / Sergei Malgavko
    Defesa
    URL curta
    7411

    O governo dos EUA tenta frustrar o contrato entre a Rússia e a Turquia de fornecimento de sistemas de mísseis antiaéreos S-400 aprovando o fornecimento de mísseis americanos Patriot, para não perder a possibilidade de influir neste país-membro da OTAN, disse à Sputnik o especialista militar Igor Korotchenko.

    Anteriormente, o Departamento de Estado norte-americano comunicou que tinha autorizado a possível venda à Turquia do sistema de mísseis Patriot e equipamentos relacionados no valor de 3,5 bilhões de dólares. A Turquia pediu autorização para comprar quatro conjuntos com 20 lançadores e 80 mísseis interceptores.

    "É um plano sistemático de Washington: não admitir a realização do contrato de fornecimento pela Rússia dos sistemas de defesa antiaérea S-400 à Turquia, um país-membro da OTAN. Os EUA fazem tudo para influir sobre o presidente da Turquia Erdogan para ele anular o contrato com a Rússia sobre o fornecimento dos S-400", comentou Korotchenko.

    Segundo o especialista, as mesmas razões motivam também a promessa de Washington de fornecer à Turquia um grande lote de caças F-35 e a alegada proposta de extraditar o teólogo turco Fethullah Gulen, inimigo de Erdogan e refugiado nos EUA, em troca da renúncia à compra dos sistemas russos S-400.

    Além disso, o interlocutor da Sputnik sublinhou que nos sistemas Patriot exportados pelos EUA podem ser incorporados alguns programas que possivelmente serão ativados pelos EUA no caso de um conflito com a Turquia.

    "Se as relações entre os EUA e a Turquia se deteriorarem, eles podem ativá-los por rádio e pôr fora do serviço todo o sistema de defesa antiaérea da Turquia, baseado no sistema Patriot. É um ‘Cavalo de Troia' e, por isso, o presidente turco Erdogan e seu generalato devem entender o perigo de comprar esses sistemas aos EUA", assinalou.

    A notícia sobre a autorização de venda dos Patriot apareceu no contexto da tensão nas relações entre os EUA e a Turquia devido a uma série de questões, inclusive aos planos turcos de comprar os sistemas russos S-400, o que levou a ameaças do lado dos EUA de introduzir sanções contra Ancara.

    Mais:

    Turquia pretende comprar 120 caças F-35 dos EUA
    Mídia: Senado dos EUA dá ultimato à Turquia sobre a compra dos S-400
    Turquia quer receber 1º lote do S-400 russo antes de 2020, diz porta-voz de Erdogan
    Sistemas de defesa antiaérea russos S-400 mostram suas capacidades na Crimeia
    General: Ativação do sistema S-400 russo na Síria aumenta a ameaça para as tropas dos EUA
    Tags:
    sistema de defesa antiaérea, fornecimento, S-400, Patriot, Rússia, Turquia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar