07:34 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    506
    Nos siga no

    O Ministério da Defesa britânico disse que vai adotar uma estratégia que não é usada desde a época da Guerra Fria para combater as modernas ameaças da Rússia, relata a Bloomberg, citando o secretário do departamento de defesa, Gavin Williamson.

    Segundo ele, o ministério está reinstalando uma unidade especial para monitorar as ameaças de países hostis — incluindo o Irã, a China e a Rússia —, que havia sido criada no início da década de 1980, mas foi dissolvida depois do início da perestroika na União Soviética por Mikhail Gorbachev.

    Williamson ressaltou que a unidade tem igualmente como objetivo avaliar a capacidade das Forças Armadas do Reino Unido de responder a ameaças. Em particular, o ministro informou que a preparação de fuzileiros navais no âmbito do Programa Ártico na Noruega foi reforçada devido ao aumento da atividade de submarinos russos no Atlântico Norte, que "quase atingiu o nível da Guerra Fria".

    Williamson também afirmou que pretende modernizar os navios de guerra britânicos, submarinos de ataque e helicópteros, assim como intensificar as operações cibernéticas ofensivas.

    Mais:

    Reino Unido planeja enviar mais tropas e navio para Ucrânia
    Reino Unido vai dobrar frota de caças F-35 tendo encomendado mais 17 aviões
    Merkel se diz 'feliz' por acordo entre União Europeia e Reino Unido por Brexit
    Tags:
    ameaça, estratégia, Guerra Fria, Ministério da Defesa do Reino Unido, Gavin Williamson, Rússia, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar