21:59 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Sistema de mísseis balísticos táticos Iskander-M durante o desfile de equipamento militar no polígono de Alabino no fórum internacional militar Exército 2016

    Aviões, helicópteros e mísseis russos confirmam sua eficácia durante operação na Síria

    © Sputnik / Grigory Sysoev
    Defesa
    URL curta
    4180

    Após sua visita à Síria, o vice-primeiro-ministro russo Yuri Borisov avaliou as capacidades do novo equipamento militar russo usado durante a operação militar na Síria.

    Os aviões de combate e helicópteros russos que operam na Síria realizam diariamente até 100 missões contra os terroristas, informou o vice-primeiro-ministro russo Yuri Borisov.

    "A Corporação Unida de Construção Aeronáutica da Rússia, o grupo Vertolety Rossii [Helicópteros da Rússia], a Corporação de Mísseis Táticos e outras entidades da indústria de defesa contribuíram para instalação de uma plataforma técnica e de engenharia no aeródromo de Hmeymim para manter a funcionalidade da aviação. O trabalho coordenado de nossos especialistas garantiu o alto nível de intensidade das operações militares do grupo aéreo, que atingiu 100 decolagens por dia", explicou Borisov. 

    O vice-primeiro-ministro declarou que os caças avançados russos Su-35 e 30SM superaram três ou quatro vezes os normativos de fiabilidade, não obstante seu uso intenso na Síria.

    Borisov sublinhou também que os helicópteros de ataque russos Ka-52, que decolaram pela primeira vez do porta-aviões Admiral Kuznetsov, bem como os bombardeiros estratégicos Tu-160, Tu-95MS e Тu-95МС e aviões MiG-29KUB confirmaram sua eficácia durante a operação militar na Síria. 

    "O sistema tático-operacional das tropas terrestres Iskander-M e os lança-foguetes múltiplos Tornado-G e Smerch comprovaram igualmente sua eficácia", acrescentou o ministro.

    Segundo ele, durante a campanha militar na Síria, as armas russas têm comprovado suas características e vantagens tradicionais – simplicidade de uso e fiabilidade. 

    A Síria vive um conflito armado desde 2011, tendo no fim de 2017 sido declarada a vitória sobre o Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países) na Síria e no Iraque, com o apoio da Força Aeroespacial da Rússia, que juntos continuam expulsando os militantes. No momento, a regularização política e a restauração da Síria estão em primeiro plano.

    Mais:

    Rússia pede que os EUA reconsiderem estratégia na Síria e saída do Tratado INF
    Encontrados mísseis terra-ar na Síria a poucos metros da fronteira com Jordânia (FOTOS)
    Pentágono: ação turca unilateral na Síria seria 'inaceitável'
    Tags:
    Tu-160, Ka-52, Admiral Kuznetsov, Iskander-M, Rússia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar