13:13 12 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Bombardeiro camicase Nakajima Kikka

    Caça camicase da 2ª Guerra Mundial teria sido decisivo ou um grande fracasso?

    CC BY 2.0 / Clemens Vasters / Nakajima Kikka
    Defesa
    URL curta
    450

    Durante a 2ª Guerra Mundial, o Japão iniciou a integração de planos para criar um caça bombardeiro baseado no avião alemão Me-262.

    Muitas pessoas acreditam que a Alemanha tenha sido um grande país desenvolvedor de caças durante a 2ª Guerra Mundial, de fato, os alemães possuíam as tecnologias mais avançadas, entretanto, outras potências mundiais contavam com projetos para o desenvolvimento de aeronaves, incluindo os EUA, Reino Unido, Rússia, Itália e Japão, segundo a revista The National Interest.

    No caso do Japão, o país estava planejando desenvolver um bombardeiro baseado no avião alemão Me-262, porém, o projeto atrasou devido à falta de colaboração dos alemães.

    Então, em 1944, a Marinha japonesa decidiu desenvolver um bombardeiro rápido, solicitando à empresa Nakajima que trabalhasse no projeto. Entre os requisitos estava necessidade de a aeronave possuir asas dobráveis para que ela pudesse ser escondida em cavernas e em outros abrigos.

    Perante esse desenvolvimento, surgiu o caça japonês Nakajima Kikka ou Flor Alaranjada. Seu projeto era simples, permitindo que um grande número de trabalhadores inexperientes construísse a aeronave na base da indústria artesanal.

    O design da fuselagem e asas do Nakajima Kikka, além do projeto de seu motor, era baseado no Me-262 alemão, entretanto a aeronave japonesa se diferenciava por possuir uma acentuação suave, com asas e superfícies de controle de aparência convencional, além de ser menor, possuir asas dobráveis e possuir um desempenho inferior.

    O projeto do motor do caça japonês foi desenvolvido com base em fotografias e um diagrama do motor BMW 003 alemão.

    Um protótipo do caça voou pela primeira vez em agosto de 1945, pouco antes da rendição japonesa, entretanto, a aeronave foi destruída após sofrer um acidente. Apesar do acidente, os japoneses iniciaram a produção de diversas versões da aeronave.

    Nas poucas vezes que a aeronave voou, atingiu uma velocidade aproximada de 700 km/h. Além disso, seus projetistas Kazuo Ohno e Kenichi Matsumura afirmaram que a autonomia do caça poderia ser de aproximadamente 1.800 km.

    Os japoneses pretendiam utilizar o caça Kikka em missões camicase, apesar dos planos para construir 500 caças-bombardeiros Kikka até o final de 1945, o Japão conseguiu completar apenas uma aeronave até o fim da guerra.

    Mais:

    Japão se prepara para comprar 100 F-35 de olho em expansão militar chinesa, diz mídia
    Rússia e Japão iniciam inéditos exercícios navais no golfo de Áden
    Japão planeja construir base militar perto de territórios disputados com China
    Tags:
    kamikaze, avião de combate, avião de assalto, avião de ataque, Bombardeiro, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik