09:48 15 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Porta-aviões chinês Liaoning

    3º porta-aviões chinês está em fase de construção, afirma mídia

    © AP Photo / Xinhua, Li Tang
    Defesa
    URL curta
    3150

    A China confirmou oficialmente que está construindo seu terceiro porta-avião, que deverá ser “maior e mais poderoso” do que os dois anteriores.

    Com isso, o gigante asiático pretende criar uma frota poderosa capaz de operar em regiões distantes dos oceanos. Segundo a agência de notícias Xinhua, o país segue mantendo as informações sobre o novo porta-aviões em segredo, entretanto, afirma que enquanto o segundo porta-aviões chinês, Type 001A, está passando por testes rotineiros, outro "porta-aviões de nova geração" está sendo desenvolvido.

    A China está em uma corrida no mercado de porta-aviões para elevar suas capacidades navais, expandindo suas forças. Não é à toa que o país já adquiriu bases navais, visando elevar sua influência na região.

    Principalmente pelo fato de que o país está passando por um momento de tensão e disputas com outros países, como Vietnã, Filipinas, Malásia, Brunei, Taiwan e Japão. As regiões disputadas são ricas em minerais, petróleo e recursos naturais, além disso, são regiões importantes para o comércio global, segundo o jornal The Economic Times.

    Outro fator que estaria contribuindo para o rápido desenvolvimento chinês é que os EUA também estão conduzindo patrulhamentos em torno das ilhas disputadas pela China.

    Diante desse cenário, pode-se presumir que a China esteja trabalhando rapidamente no desenvolvimento de um porta-aviões de nova geração, entretanto, tanto o governo como a Marinha se recusam a comentar o assunto.

    Mesmo assim, alguns entusiastas de armamentos chineses afirmam que a embarcação chinesa será equipada com catapultas eletromagnéticas para impulsionar as aeronaves nas decolagens, fazendo com que as aeronaves sejam lançadas rapidamente e com maior frequência.

    Vale ressaltar que, no momento, a China tem dois porta-aviões. O primeiro deles é o Liaoning, que na verdade é o antigo navio soviético Variag — vendido pela Ucrânia para o país asiático depois da queda da URSS. O segundo é o Type 001A, o primeiro porta-aviões construído totalmente na China.

    Mais:

    Caça de 4ª geração faz China 'esquecer' seu avançado caça J-20, diz especialista
    Relatório: China constrói mais submarinos nucleares do que EUA pensavam
    Xi Jinping promete 'código de conduta' asiático para o mar do Sul da China
    Tags:
    tecnologia, navio, Marinha, porta-aviões, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik