12:05 13 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    O sistema de mísseis antiaéreos Tor-M2DT durante o ensaio da Parada da Vitória

    Qual é o propósito dos sistemas de mísseis 'árticos' elaborados na Rússia?

    © Sputnik / Vladimir Astapkovich
    Defesa
    URL curta
    2160

    Em maio do ano passado, durante a anual Parada da Vitória na Praça Vermelha, os militares russos estrearam os sistemas de mísseis "árticos" russos. Para que é que servem?

    Mais cedo nesta semana, o exército russo recebeu o primeiro lote da versão ártica do sistema de mísseis antiaéreos Tor-M2DT antes do prazo planejado. Em uma conversa com a Sputnik, o editor-chefe da revista Natsionalnaya Oborona (Defesa Nacional", em russo), Igor Korotchenko, explicou para que os militares precisam deste tipo de armamento bem especial.

    "A variante ártica do sistema de mísseis antiaéreos Tor-M2DT foi adaptada para uso com temperaturas extremamente baixas sem redução das caraterísticas táticas e técnicas. Os novos Tor permitirão reforçar significativamente a segurança das bases e instalações militares russas no Ártico, bem como cobrir as zonas costeiras da Frota do Norte, o que é importantíssimo, dada a sua importância geopolítica", argumentou o especialista.

    Igor Korotchenko observou que, graças à importância cada vez maior do Ártico para a geopolítica russa, a criação de mais versões árticas de outros armamentos pode virar uma nova tendência na indústria bélica do país.

    Aliás, o especialista referiu que os sistemas da família Tor gozam de um potencial "enorme" para ulterior modernização.

    O sistema de mísseis antiaéreos Tor-M2DT é uma variante ártica do sistema Tor-M2. Foi criado na base do DT-30, um veículo anfíbio fora de estrada articulado de duas seções sobre lagartas, e é capaz de cobrir o espaço aéreo em um raio não inferior a 15 km contra meios aéreos do inimigo.

    Outro equipamento ártico recentemente elaborado pelos construtores russos são os sistemas de mísseis e artilharia antiaérea móvel Pantsir-AS, dotados de um sistema de detecção e acompanhamento de alvos multidirecional, canhões de tiro rápido e mísseis antiaéreos que permitem ao sistema eliminar com segurança quaisquer alvos aéreos num raio de 20 km.

    Mais:

    Frota do Norte da Rússia receberá primeiros sistemas de artilharia adaptados ao Ártico
    Canadá prepara resposta à 'ameaça russa' no Ártico, diz mídia
    Stoltenberg revela reação da OTAN às ações russas no Ártico
    Tags:
    mísseis antiaéreos, Tor-M2DT, Frota do Norte, Ártico, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik