03:56 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Vladimir Putin saúda militares depois do encerramento da etapa principal das manobras militares Vostok 2018, que contou com participação de russos, mongóis e chineses

    Análise: potencial militar russo serve inclusive para conter 'grandes aventuras' dos EUA

    © Sputnik / Sergei Guneev
    Defesa
    URL curta
    9244

    De acordo com um ranking publicado há pouco, o exército russo está no Top 3 dos maiores exércitos do mundo, porém, ficando atrás dos EUA. Um especialista falou com a Sputnik e afirmou que os americanos estão à frente dos russos apenas em um parâmetro.

    Na opinião da edição Business Insider, os militares russos ocupam o 2º lugar no ranking dos melhores exércitos, superando a China, que está na terceira posição, e perdendo para os Estados Unidos. Em análise, especialistas tomaram em consideração mais de 50 indicadores, inclusive a diversidade de armas existentes, o potencial de mobilização, o desenvolvimento da indústria, os recursos naturais e outros fatores.

    Na primeira dezena, ficaram também tais países como a Índia, França, Reino Unido, Coreia do Sul, Japão, Turquia e Alemanha. O Brasil integrou a lista dos 25 exércitos mais poderosos, ficando no 14º lugar.

    Porém, na opinião do editor-chefe da revista Natsionalnaya Oborona (Defesa Internacional), Igor Korotchenko, expressa ao serviço russo da Rádio Sputnik, o ranking não reflete corretamente a realidade.

    "Todos esses rankings, de fato, são inventados do nada. Porque o ranking real do que este ou aquele exército vale só pode ser estabelecido na guerra. Pelo nível de sua prontidão para combate, equipamento de armas e veículos, espírito de combate e estado emocional, o exército russo é um dos melhores do mundo. Nós contemos, evitamos que os EUA se metam em grandes aventuras com base em nossa Força Estratégica de Mísseis e potencial convencional", opinou o especialista russo.

    A seu ver, isto foi bem ilustrado pela operação militar russa na Síria, que logrou resultados inéditos em um prazo bem curto.

    "Comparando com os EUA, que se atolaram no Afeganistão e no Iraque e não podem fazer nada, a Rússia mostrou em sua operação síria que é mais bem-sucedida, mais eficiente, e que suas Forças Armadas são mais profissionais do ponto de vista das missões colocadas. Eu acredito que o segundo lugar não é objetivo, evidentemente estamos no 1º lugar no mundo, os EUA ficam atrás de nós", assegurou.

    Entretanto, acredita o analista, há uma coisa em que o exército estadunidense realmente supera o russo.

    "A única coisa em que eles nos superam são as despesas militares, o orçamento militar. Mas hoje em dia isso não é um indicador, pois, tendo um orçamento muitas vezes menor do que o americano, somos mais bem-sucedidos e, consequentemente, somos melhores", expressou.

    Mais:

    Potencial do MiG-25 soviético teria intimidado as forças norte-americanas
    Qual é a parte mais importante do potencial de combate da aviação russa?
    Sistema S-700: potencial trunfo da Rússia na corrida armamentista espacial?
    Tags:
    potencial, armas, Força Estratégica de Mísseis, China, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik