14:33 11 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Lançamento a partir do sistema Javelin

    Forças Aerotransportadas da Ucrânia receberão sistemas americanos Javelin em 2019

    © Foto : Marinha dos EUA / Ricky S. Gomez
    Defesa
    URL curta
    448

    As Forças Aerotransportadas de Assalto ucranianas receberão em 2019 muito material militar novo: veículos blindados, caminhões, veículos especiais e sistemas de mísseis antitanque, inclusive os norte-americanos Javelin.

    As afirmações sobre o reequipamento do exército ucraniano foram feitas pelo próprio presidente do país, Pyotr Poroshenko.

    "No ano que vem, irão continuar os esforços para equipar as Forças Aerotransportadas de Assalto ucranianas com veículos de transporte blindados […] e com os melhores modelos estrangeiros de caminhões e veículos especiais, veículos de comando Svityaz, sistemas de mísseis antitanques, inclusive Javelin", declarou o mandatário, discursando por ocasião do Dia das Forças Aerotransportadas de Assalto da Ucrânia.

    Nas palavras dele, nos últimos anos as Forças Aerotransportadas ucranianas receberam cerca de 150 modelos de armas e equipamentos militares, inclusive sistemas de mísseis antitanque Stugna e Korsar.

    Ademais, ele destacou que essas subunidades estão equipadas com novos meios de comunicação, inclusive de produção estrangeira.

    "No âmbito do apoio técnico e material prestado pelos nossos parceiros estrangeiros, foram entregues cerca de 40 unidades de ambulâncias blindadas do tipo Hummer", acrescentou.

    Soldados britânicos
    © flickr.com / UK Ministry of Defence
    Este ano, Kiev recebeu mais de US$ 40 milhões (cerca de R$ 151 milhões) em armamento dos Estados Unidos, Reino Unido, Canadá e Lituânia. Além disso, no ano passado, Washington aprovou a entrega de sistemas Javelin para a Ucrânia, e em maio eles foram entregues aos militares ucranianos.

    No entanto, Moscou avisou repetidamente a Ucrânia contra esses fornecimentos porque isso resultaria na escalada da tensão em Donbass, no leste da Ucrânia. A Rússia alertou repetidamente os países ocidentais para o perigo do fornecimento de armas à Ucrânia, uma vez que isso apenas levará a uma escalada do conflito em Donbass e não contribuirá para a implementação dos acordos de Minsk.

    Mais:

    Ucrânia 'conta as perdas' após lançamento do gasoduto Turkish Stream
    Análise: entregas de navios americanos à Ucrânia agravarão situação no país
    Ucrânia: existe perigo de uma 'grande guerra' com Rússia
    Tags:
    mísseis antitanque, material bélico, entregas, reforço, Javelin, Força Aérea, EUA, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik