13:50 11 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    O robô de combate

    Reino Unido inicia exercícios colossais com robôs de combate (FOTOS, VIDEO)

    © Sputnik / Sergei Mamontov
    Defesa
    URL curta
    1011

    Forças Armadas britânicas iniciaram exercícios militares com uso de tecnologias de Inteligência Artificial (IA) e de armas robóticas para testá-las na prática.

    Este teste de robôs no campo de batalha, que não tem precedentes pelas suas dimensões, deverá "ampliar as fronteiras da tecnologia e da capacidade militar em ambiente terrestre", de acordo com o governo britânico.

    No evento, uma série de protótipos de "sistemas robóticos e autônomos" (RAS) será testada em simulações de combate real. Estas incluirão tanques não tripulados, sistemas robóticos de pontaria de precisão de longo alcance e veículos terrestres autônomos de reabastecimento para reduzir o perigo para as tropas durante o combate.

    "Nossas tropas agora têm a chance de testar uma enorme variedade de robôs no que será o maior exercício do gênero em nossa história. Esse equipamento pode revolucionar nossas Forças Armadas, mantendo-as em segurança e dando-lhes vantagem em um mundo cada vez mais instável", disse o secretário da Defesa do Reino Unido, Gavin Williamson.

    O novo chefe do Estado-Maior do Exército Britânico, general Mark Carleton-Smith, notou que a importância do teste das novas armas é evidente no contexto de aumento das tensões geopolíticas.

    "Vivemos em um tempo excepcionalmente instável e o mundo nunca foi tão imprevisível", acrescentou ele.

    Os exercícios de robôs de combate já foram realizados pela Marinha Real britânica em 2016. Nessas manobras, chamadas de Unmanned Warrior, sistemas submersíveis autônomos e de detecção de submarinos teriam sido supostamente testados.

    No entanto, enquanto o país continua tentando acompanhar os avanços da tecnologia de IA, uma série de relatórios indicam que Londres tem grandes lacunas em sua estrutura militar, inclusive entre os técnicos de armas de importância vital. Um relatório de abril de 2018 destacou o déficit de militares como "o maior em uma década".

    Mais:

    China pretende converter tanques obsoletos em robôs de combate velozes
    Robô androide demonstra habilidades atléticas impressionantes (VÍDEOS)
    Estatal russa usará robô para explorar minerais no fundo do Ártico
    Tags:
    exercícios, britânicos, robôs militares, Forças Armadas, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik