11:10 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Rifle MTs-116M (imagem referencial)

    Mídia ocidental dá alta apreciação a arma mortífera russa de combate de proximidade

    © Foto: Vitaly V. Kuzmin
    Defesa
    URL curta
    1210

    A mídia britânica prestou atenção às perspectivas de desenvolvimento das chamadas armas silenciosas. Na maioria dos casos, para reduzir o som e o clarão do disparo utiliza-se um silenciador. Entretanto, os engenheiros russos também empregam outros meios para disfarçar a posição do atirador.

    De acordo com o jornal Forces Network, as armas dotadas de silenciador estão ficando cada vez mais populares, especialmente em guerra urbana. São também usadas em ataques a objetivos avançados inimigos ou a sentinelas, para diminuir as chances de os atacantes serem detectados.

    Especialistas apontam o forte efeito desmoralizador da utilização de tal armamento. "Existe algo de assustador da parte de um inimigo que é capaz de atacar ser sem enxergado ou ouvido", se lê na matéria.

    Portanto, o interesse dos militares pelos novos silenciadores é grande. Contudo, até mesmo os aparelhos mais modernos podem aumentar o comprimento do cano em 30 cm, enquanto não silenciam completamente o som do disparo.

    "Talvez o desenvolvimento mais avançado nesta área possa ser encontrado na Rússia", escreveu a edição. De acordo com ela, em vez de simplesmente adicionar o silenciador à arma, os projetistas russos alteram a própria arma e as munições.

    Em particular, a matéria aponta para os cartuchos de êmbolo do tipo fechado, que não soltam os gases da pólvora para fora do invólucro. Enquanto isso, a bala é empurrada por um êmbolo especial. Isso permite não somente silenciar o ruído do disparo, mas também diminuir a visibilidade da fumaça durante os disparos.

    Contudo, a própria bala que se desloca com uma velocidade supersônica pode causar um ruído. Para evitá-lo, são necessárias balas de velocidade subsônica, o que diminui o alcance de voo e sua força de impacto.

    De acordo com Forces Network, os engenheiros russos criaram o rifle para franco-atiradores МТ-116М para cartuchos silenciosos de calibre 12,7 mm. Apesar da velocidade subsônica, tal bala é capaz de perfurar qualquer colete balístico à distância de 200 metros.

    A publicação menciona também o morteiro de 82 mm 2B25 Gall, que também opera pelo princípio de êmbolo. Seu alcance de disparo supera por pouco um quilômetro, mas o clarão e fumaça quase não o denunciam, enquanto o barulho do disparo não é maior que o de um AK com silenciador.

    "Teoricamente, este tipo de arma permitiria atacar o inimigo com granadas de morteiro sem revelar sua posição: sem clarões, fumaça e ruído alto seria muito difícil encontrar os morteiros", se lê na publicação.

    Forces Network ressaltou que, embora tal armamento seja incapaz de se competir em termos de alcance e potência com seus "irmãos" mais barulhentos, contudo, em combates de proximidades essa arma "silenciosa, mas mortífera" pode servir como uma grande vantagem.

    Mais:

    Forças especiais sauditas optam pelo rifle russo AK-103 (FOTOS)
    Capaz de disparar 4 balas por vez: assim poderia ser futuro rifle do exército dos EUA
    Silencioso e mortífero: revista dos EUA elogia novo rifle russo
    Tags:
    bala silenciosa, arma, rifle, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik