21:35 16 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Cerimônia de rolagem do bombardeiro modernizado russo Tu-22M3M, em Kazan

    Modernizado e potente bombardeiro Tu-22M3M fará seu primeiro voo em breve

    © Sputnik / Maksim Bogodvid
    Defesa
    URL curta
    4201

    O primeiro voo do bombardeiro estratégico russo Tu-22M3M profundamente modernizado será realizado depois dos testes finas do novo equipamento e motores, comunicou à Sputnik o serviço de imprensa da empresa Tupolev.

    "Os testes individuais dos novos equipamentos, do funcionamento do motor em diferentes fases serão realizados na aeronave. O primeiro voo será realizado quando tudo estiver pronto", diz o comunicado. 

    Caça furtivo F-35B da Força Aérea dos EUA em um hangar após a cerimônia de apresentação na base aérea de Eglin (foto de arquivo)
    © REUTERS / Michael Spooneybarger/File Photo
    Em agosto, o bombardeiro estratégico Tu-22M3M modernizado iniciou os testes de solo e voo que, segundo a empresa Tupolev, deviam ter sido realizados até final de setembro de 2018.  No âmbito de uma profunda modernização, o Tu-22M3M foi equipado com um novo equipamento eletrônico de bordo e um novo sistema de controle de informação. Além disso, foram aumentados a eficácia de combate e o raio de alcance.

    A maior parte do novo equipamento de bordo é unificada com o bombardeiro estratégico Tu-160M. A aeronave também foi equipada com um novo sistema de controle de informação com a função de suporte das ações da tripulação por inteligência artificial.

    O Tu-22M3 é um bombardeiro estratégico de longo alcance, projetado para destruir alvos terrestres e marítimos a partir de altas, médias e baixas altitudes. A aeronave foi adotada em serviço em 1989. Este é o bombardeiro de longo alcance mais produzido em massa. No total, foram fabricadas 268 aeronaves desta modificação.

    Os bombardeiros Tu-22M3 participaram de ataques aéreos contra terroristas na Síria.

    Mais:

    Imprensa ocidental receia aeronave russa da '3ª Guerra Mundial'
    Tecnologia 'revolucionária' pode tornar caça F-35 uma coisa do passado, opina analista
    Caça russo MiG-31 é flagrado portando míssil antissatélite (FOTOS)
    Tags:
    aeronave, motor, testes, modernização, bombardeio, Tu-22M3, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik