19:27 12 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Complexo de sistema S-400 (foto de arquivo)

    Interesses nacionais são mais importantes para Índia na compra de S-400, diz analista

    © Sputnik / Sergei Malgavko
    Defesa
    URL curta
    1110

    A Índia respondeu às ameaças dos EUA por causa da compra dos sistemas russos de defesa antimíssil S-400. O especialista Boris Volkhonsky comentou ao serviço russo da Rádio Sputnik como essa resposta caracteriza a política de Nova Deli.

    As autoridades indianas percebem que os EUA podem introduzir sanções contra o país por causa da aquisição dos sistemas russos S-400, declarou à edição New Indian Express o comandante do Exército indiano, general Bipin Rawat.

    "Estamos realizando uma política independente", sublinhou o general, acrescentando que a Rússia "não deve se preocupar" com a consolidação das relações entre Nova Deli e Washington.

    "Vocês [os russos] podem estar seguros de que, embora nós mantenhamos contatos com a América para receber tecnologias, estamos realizando uma política independente. Enquanto nós discutimos sanções e vocês perguntam sobre sanções, Vladimir Putin e Narendra Modi assinam o contrato sobre a compra dos sistemas S-400, mesmo que no futuro apareçam dificuldades com a América", concluiu ele.

    Em 5 de outubro, Moscou e Nova Deli celebraram um contrato de entrega de sistemas S-400 no valor total de US$ 5,43 bilhões. A Índia se tornará o terceiro comprador dos mísseis Triumph além da China e da Turquia.

    Anteriormente, os EUA expressaram preocupação sobre os planos de Nova Deli e não excluíram a introdução de sanções em conformidade com a lei CAATSA (Lei de Contenção de Adversários da América Através de Sanções).

    O subsecretário de Defesa dos EUA para Assuntos de Segurança da Ásia e do Pacífico, Randall Schriver, anunciou que Washingtom reconhece os laços anteriores entre a Índia e a Rússia na esfera da defesa, mas no futuro planeja reorientar Nova Deli para si.

    O vice-chefe do Centro de Estudos da Ásia e Oriente Médio do Instituto Russo de Pesquisas Estratégicas, Boris Volkhonsky, comentou a situação ao serviço russo da Rádio Sputnik.

    "Isso caracteriza a política da Índia: ela olha antes de mais para os seus próprios interesses nacionais e só depois coordena suas ações com os outros. Neste caso, os S-400 são o melhor produto da sua classe", declarou o especialista.

    Para ele, a Índia está desenvolvendo relações bastante construtivas com os EUA, e estes não introduzirão sanções visto que a Índia é um jogador demasiado significativo. O fato de que a Índia não apoia a ideia de um mundo unipolar é sabido há muito, concluiu o especialista russo.

    A Rússia e a Índia são grandes parceiros na esfera de cooperação técnico-militar. Mais de 70 por cento das armas e equipamento militar do Exército, Força Aérea e Marinha indianos é de produção russa ou soviética. A Rússia anualmente fornece à Índia armas e equipamento militar no valor total de vários milhões de dólares.

    Mais:

    Rússia e Índia celebram acordo de entrega de 5 sistemas S-400 russos ao país
    S-400 russos assumem controle total sobre espaço aéreo do mar Negro
    Embaixador saudita teme sanções dos EUA por compra do sistema S-400 russo
    Brevemente Rússia vai instalar mais 2 regimentos de S-400 na Crimeia, segundo fonte
    Tags:
    interesses, compra, política, sanções, S-400, Índia, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik