12:27 21 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Bombardier américain B-2 Spirit

    Conheça a história do caça-bombardeiro alemão Ho 229

    CC0 / Pixabay / Wikilmages
    Defesa
    URL curta
    5237

    Walter Horten servia a Força Aérea alemã como piloto de caça na Batalha da Grã-Bretanha em 1940. Por sua vez, Reimar Horten, seu irmão, era designer e especialista em aerodinâmica.

    Em 1943, o chefe da Luftwaffe (Força Aérea alemã), Herman Goering, afirmou que o novo avião deveria responder a três requisitos, sendo eles: uma carga de bombas de 1.000 kg, um raio de ação de 1.000 km e respectivo regresso e uma velocidade com carga de 1.000 km/h, assim poderia atingir alvos na Inglaterra. Dessa forma, os irmãos Horten anunciaram que isso seria possível apenas em aeronaves equipadas com motores a jato, conforme publicação de Sebastien Roblin da revista The National Interest.

    O Horten IX tornou-se um projeto oficial em setembro de 1944, quando passou a ser chamado de Ho 229 e que deveria ser produzido em massa. Os primeiros testes do protótipo Ho 229 V1 foram realizados em Gottingen, em março de 1944. Subsequentemente, o protótipo V2 foi equipado com motores turbojato Junkers Jumo 004B e, além disso, foi equipado com assento ejetor e trem de pouso triciclo para habilitar a aeronave a transportar cargas pesadas.

    O primeiro voo do projeto V2 ocorreu em 2 de fevereiro de 1945, sendo relatado pelo piloto que a aeronave tinha uma excelente aerodinâmica. Porém, no segundo teste, realizado em 18 de fevereiro de 1945, a aeronave apresentou pane no motor, tombando durante a tentativa de pouso e ocasionando a morte do piloto de teste, tenente Erwin Ziller. No entanto, Goering já havia aprovado a produção de 40 unidades, que seriam produzidas pela Gothaer Waggonfabrik e que geralmente produzia planadores de treinamentos e militares durante a Segunda Guerra Mundial. A produção dos Horten foi designada de Ho 229 ou Go 229.

    O Ho 229 possuía uma ótima velocidade, fazendo com que acreditassem que a versão de série seria capaz de atingir os 975 km/h, fazendo com que Horten planejasse um terceiro protótipo equipado com canhões Mark 103 de 30 mm. Porém, em abril de 1945, durante o período final da guerra, os militares americanos se esforçaram para capturar avançadas pesquisas alemãs, dentre elas conseguiram obter um planador e um Horten Ho 229 V3, que estava em fase final de montagem.

    Na época, os americanos se iniciaram na produção de aeronaves turbojato de compressor axial, inclusive sendo comparadas com o bombardeiro B-2 americano devido a semelhança, provocando reivindicações por parte de Reimar Horten.

    O modelo Ho 229, que deveria ser produzido, teria duas turbinas 004B-1, uma velocidade máxima de 959 km/h, alcance de 2.800 km e teto de 15.750 m, além disso, seria equipado com dois ou quatro canhões MK108 de 30 mm.

    O Ho 229 poderia ter sido um adversário formidável nos céus da Segunda Guerra Mundial, mas o avião não ficou pronto para produção em massa até o fim da guerra devido à captura americana durante a fase final de montagem.

    Tags:
    Segunda Guerra Mundial, guerra, avião de assalto, aeronave, caça, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik