22:07 10 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    USS Michael Monsoor, segundo navio de guerra norte-americano da classe Zumwalt

    Marinha americana troca gigantesco motor de destróier furtivo

    © AP Photo / Robert F. Bukaty
    Defesa
    URL curta
    61112

    O segundo dos três destróieres da classe Zumwalt precisou trocar uma de suas turbinas após apresentar danos em suas hélices, sofridos durante testes no mar.

    O destróier Michael Monsoor (DDG-1001) da classe Zumwalt, teve uma de suas duas turbinas substituída em uma operação delicada, devido ao peso do motor. Além disso, a Marinha dos EUA não possuía um sistema para remover e colocar o motor dentro do navio, tendo sido criado um novo projeto para substituir o motor danificado por outro igual de 15 toneladas.

    Anteriormente, em alguns testes, os construtores notaram vibrações incomuns e descobriram ter perdido alguma parte do motor dentro de uma das turbinas, causando alguns danos. Mesmo funcionando, a turbina foi trocada por recomendação dos construtores.

    O Michael Monsoor faz parte do projeto que envolve a construção de destróieres da classe Zumwalt, geradores de controvérsias por seu elevado custo, o que levou à redução de unidades construídas de 28 a 3 unidades. Além disso, os EUA descartaram muitas das tecnologias avançadas devido à baixa viabilidade.

    Mais:

    'Causa tensões': analista militar critica entrada de destróier americano no mar Negro
    Tags:
    combate, destróier, navio de guerra, Marinha, USS Zumwalt, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik