19:58 24 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    O complexo lançador de mísseis S-400 Triumph desfila pela Praça Vermelha durante a Parada da Vitória em 9 de maio de 2017

    Pressão e sanções dos EUA não impedirão Índia de comprar S-400 russos

    © Sputnik / Grigory Sysoev
    Defesa
    URL curta
    5271

    Apesar da pressão e das ameaças dos EUA de introduzirem sanções, a Índia não planeja renunciar à cooperação militar com a Rússia, inclusive à compra de seus mísseis S-400. Conseguirá o governo indiano obter o desejado?

    Na próxima reunião ministerial entre Índia e EUA, que terá lugar em 6 de setembro em Nova Deli, a parte indiana pretende deixar claro a Washington que não vai abdicar de comprar os sistemas de mísseis antiaéreos russos S-400 Triumph, apesar das objeções apresentadas pela parte norte-americana.

    "A Índia praticamente completou o acordo com a Rússia para [as entregas dos] S-400 e pretendemos avançar. Planejamos deixar clara nossa posição quanto ao assunto para os EUA", afirmou um alto funcionário indiano.

    As informações foram divulgadas pelo canal indiano NDTV, que cita fontes do governo do país.

    Segundo dados do canal, a Índia pretende fazer com que a administração dos EUA não introduza sanções contra o país, visto que, "nas condições da arquitetura regional em desenvolvimento", o acesso aos sistemas de mísseis russos é vital para Nova Deli. Ao mesmo tempo, a cooperação militar com a Rússia já existe há várias décadas e é bastante próxima.

    "As fontes afirmam que Índia vai tentar convencer EUA a fazer concessões quanto ao contrato com a Rússia, pois os sistemas de defesa antiaérea têm importância crítica para garantir a segurança do país", ressalta o canal.

    Recentemente, o subsecretário de Defesa dos EUA para Assuntos de Segurança da Ásia e do Pacífico, Randall Schriver, anunciou que os EUA estão preocupados com os planos indianos de compra de armas russas, incluindo os sistemas de mísseis antiaéreos S-400, estando a ponderar introduzir sanções devido a esses planos.

    O presidente russo Vladimir Putin e o primeiro-ministro indiano Narendra Modi chegaram a acordo sobre o fornecimento de sistemas S-400 a Nova Deli em outubro de 2016, entregas que poderão ter início em 2020 se o contrato for assinado até ao fim deste ano.

    Mais:

    Do S-400 russo ao sistema de médio alcance estadunidense: como Índia impulsiona sua defesa
    Índia não desistirá da compra de S-400 russos apesar da pressão dos EUA
    Relatos: Índia aprova fornecimento de S-400 russos apesar do descontentamento dos EUA
    Tags:
    complexo de mísseis, acordo militar, defesa antiaérea, compra, sanções, S-400 Triumph, Índia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik