02:22 16 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    O segundo porta-aviões da Marinha da China, o Tipo 001A

    Mídia: China testa seu novo porta-aviões em alto-mar

    © AFP 2018 / STR
    Defesa
    URL curta
    2120

    Pequim lançou o Type 001A (Tipo 001A), seu segundo porta-aviões (primeiro de produção nacional) que passou pelo segundo teste em alto-mar.

    Segundo informa o jornal Global Times, o navio partiu da base Dalian no domingo (26) de manhã escoltado por vários rebocadores. Destaca-se que o segundo teste começou dois dias após o porta-aviões doméstico ter realizado com sucesso a primeira verificação.

    De acordo com o especialista chinês Song Zhongping, essas manobras terão como principal objetivo resolver os problemas e dificuldades que surgiram no decorrer da primeira navegação.

    Ademais, serão testados os motores do navio, seus sistemas de comunicação e navegação.

    "Radares, sistema de navegação e as principais armas passarão por testes", afirmou.

    Além disso, ele destacou que antes de entrar em serviço do Exército Popular de Libertação da China, o navio deve provar que todos seus componentes funcionam e passar inclusive por testes de pouso em convés.

    Em geral, os especialistas chineses acreditam que quando for entregue à Marinha, o navio fará parte do grupo de combate de porta-aviões.

    A Marinha da China ainda não confirmou oficialmente a liberação do porta-aviões ao mar.

    O Type 001A tem 315 metros de comprimento, 75 metros de largura e pesa 70.000 toneladas. O navio foi construído nos estaleiros de Dalian, um porto na província de Liaoning no norte da China, que faz fronteira com a Coreia do Norte.

    O primeiro porta-aviões do país, Liaoning, foi construído com base no cruzador soviético Varyag, comprado da Ucrânia em 1998. O porta-aviões entrou em serviço da Marinha chinesa em setembro de 2012. Em novembro de 2012, foram anunciados exercícios bem-sucedidos de aterrissagem de caças J-15 no convés do porta-aviões.

    Mais:

    China está interessada nos tanques russos T-90M
    China e Índia reforçam confiança na área militar
    Exercícios militares entre Rússia e China ilustram mudança de estratégia chinesa?
    EUA poderiam derrotar a China?
    Tags:
    mar, testes, navios de guerra, porta-aviões, Exército Popular de Libertação, Marinha chinesa, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik