20:08 16 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0460
    Nos siga no

    Pela primeira vez na história do país, um destróier iraniano foi equipado com um sistema de defesa antimísseis naval, destinado a eliminar mísseis antinavio, de produção própria, comunica a mídia nacional, citando o comandante da Marinha do Irã, contra-almirante Hossein Khanzadi.

    De acordo com o alto responsável militar, o Kamand é um sistema de combate de proximidade (CIWS, ou Sistema de Armas de Defesa Próxima) capaz de eliminar um alvo à distância de dois quilômetros e com cadência de tiro entre 4.000 e 7.000 disparos por minuto.

    Ele também sublinhou que a partir de agora os respectivos sistemas serão instalados em todos os navios que efetuam missões longe do litoral.

    Mais cedo, na segunda-feira (13), a agência iraniana Tasnim comunicou que o ministro da Defesa do país, Amir Khatami, apresentou o míssil balístico tipo Fateh, de nova geração, capaz de contornar os radares e atingir os alvos com precisão elevada.

    O Kamand já foi batizado de "Phalanx iraniano", sendo este o sistema norte-americano usado pela Marinha dos EUA, inclusive na Guerra do Golfo entre 1990 e 1991.

    Sem grandes oportunidades de importar armas devido às sanções internacionais e embargos armamentistas, o Irã desenvolveu uma indústria de armamentos muito sofisticada para conseguir autossuficiência neste ramo de produção.

    Mais:

    Israel se juntará à OTAN 'árabe' contra Irã?
    Irã apresenta novo míssil balístico que 'dribla' radares inimigos (FOTO)
    Irã vai receber 2ª remessa de urânio enriquecido da Rússia
    Tags:
    Irã, EUA, Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, Phalanx, mísseis, armas, destróier
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar