18:32 18 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    As Forças Aeroespaciais Russas realizam o lançamento de teste do novo sistema de aviação e míssil hipersônico Kinzhal

    Pentágono será capaz de criar análogo do míssil hipersônico Kinzhal russo até 2021?

    © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia
    Defesa
    URL curta
    9102

    Há pouco, os EUA decidiram criar um análogo do novíssimo míssil hipersônico russo Kinzhal na sequência da apresentação de todo um lote de novos armamentos russos pelo presidente Putin em março. Em uma conversa com a Sputnik, o especialista militar Vladimir Karyakin analisou se estes planos podem ser realizados em um futuro breve.

    A empresa da indústria militar Lockheed Martin recebeu uma encomenda da Força Aérea dos EUA com o pedido de criar um protótipo do novo míssil aerobalístico hipersônico designado como ARRW (Air-Launched Rapid Response Weapon, ou seja, Arma de Resposta Rápida com Lançamento Aéreo), comunica o portal Defense News.

    Estima-se que o valor do projeto seja de 480 milhões de dólares (quase 1.900 milhões de reais), enquanto as condições finais do contrato ainda estão sendo discutidas. O novo tipo de mísseis, bem como o míssil hipersônico HCSW (Hypersonic Conventional Strike Weapon, ou Arma Hipersônica de Ataque Convencional), que também está sendo elaborado pela mesma empresa, deve estar pronto até o ano de 2021. O processo de construção envolverá novíssimas tecnologias experimentais.

    Além da Rússia e EUA, outros países também se debruçam sobre a construção de mísseis balísticos hipersônicos, nomeadamente Israel (Rampage) e a China (CH-AS-X-13).

    Em uma entrevista para o serviço russo da Rádio Sputnik, o professor da Universidade do Ministério da Defesa, Vladimir Karyakin, expressou a opinião de que os prazos anunciados pelos construtores norte-americanos são completamente irreais.

    "Claro que até 2021 é um prazo extremamente curto para criar um tipo de armamento completamente novo, neste caso os norte-americanos são otimistas demais. Mas a corrida armamentista tem lugar, e temos que tomar em consideração que nossos possíveis rivais vão tentar reduzir o atraso. Por isso, claro, eles vão tentar nos alcançar e preencher essa lacuna. Vale esperar e ver o que eles conseguirão fazer. Acho que serão precisos no mínimo cinco anos para seu desenvolvimento e testes. Por isso, eles não poderão se igualar a nós em um futuro breve. Além disso, nossa indústria não está parada, ela vai aperfeiçoar esses mísseis", disse.

    Ao se dirigir à Assembleia Federal da Rússia em março, o presidente russo, Vladimir Putin, apresentou novos tipos de armamentos russos que não têm análogos no mundo, inclusive o sistema de mísseis hipersônicos Kinzhal. De acordo com o chefe de Estado russo, esta arma, capaz de atingir a velocidade de Mach 10 (10 vezes a velocidade do som), é capaz de passar por todos os sistemas existentes de defesa antiaérea e antimíssil, transportando ogivas nucleares e convencionais a distâncias de até 2.000 quilômetros.

    Mais:

    Rússia treina uso conjunto de caças MiG-31 com mísseis Kinzhal e bombardeiros Tu-22M3
    Analista: míssil russo Kinzhal é fruto da má vontade dos EUA de discutir defesa antimíssil
    Que vantagens possui novíssimo míssil russo Kinzhal sobre seu 'irmão' Iskander?
    Tags:
    armamentos, míssil hipersônico, Kinzhal, Lockheed Martin, China, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik