02:40 14 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Soldados armados do exército norte-americano

    Fim do 'Castigador': Pentágono desiste de desenvolver lança-granadas 'inteligente'

    CC BY 2.0 / Exército dos EUA
    Defesa
    URL curta
    123
    Nos siga no

    O Exército dos EUA parou oficialmente o desenvolvimento de seu lança-granadas XM25 Punisher (Castigador, em português).

    Antes se previa que o sistema lança-granadas "inteligente" seria uma arma avançada para a infantaria. Mas devido ao atraso nos prazos de desenvolvimento, aumento de seu orçamento e fracassos em testes, o projeto não foi terminado.

    A desistência do programa permitirá ao Pentágono economizar US$ 2,3 bilhões (R$ 8,9 bilhões), destaca o portal Stars and Stripes.

    O XM25 é um hibrido computorizado com calibre de 25 milímetros de um fuzil de assalto com um lança-granadas. A particularidade principal dessa arma é sua capacidade de calcular o tempo e a distância da explosão, que são programados com antecedência. Tal tecnologia permitiria eliminar um adversário protegido em um abrigo.

    Essa arma foi testada no Afeganistão de 2010 a 2013. No entanto, o sistema não impressionou os militares estadunidenses: em sua opinião, os XM25 são extremamente pesados, pois são equipados com 36 granadas. Ademais, algumas pessoas ficaram feridas durante treinamentos por falhas no armamento.

    Mais:

    Nos EUA, cidade planeja armar guardas escolares com rifles AR-15
    'EUA não conseguiram desempenhar papel de Super-Homem'
    Força Aérea dos EUA libera US$ 480 milhões para protótipo de arma hipersônica
    Tags:
    arma, lançador de granadas, Exército, Pentágono, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar