19:28 16 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Submarino nuclear russo de classe Borei (foto de arquivo)

    Rússia cria reator nuclear 'eterno' para novos submarinos

    © Sputnik / Sevmash
    Defesa
    URL curta
    4211

    Conforme a subsidiária da corporação nuclear russa Rosatom, na Rússia foi criado e testado pela primeira vez um novo "coração" de reatores nucleares para submarinos atômicos, uma instalação que pode funcionar durante toda a vida do submarino sem necessidade de reabastecimento de combustível nuclear.

    A chamada "zona ativa" é o "coração" do reator. Ela contém o combustível nuclear e é exatamente nela que ocorre a reação em cadeia. A nova tecnologia da subsidiária OKBM Afrikantov significa que os submarinos russos não precisarão de reabastecimento de combustível.

    Segundo notou o ex-comandante da Frota do Norte, almirante Vyacheslav Popov, a criação do reator "eterno" tem enorme importância para a prontidão de combate da Marinha russa.

    "Com tal reator [que não requer reabastecimento] o coeficiente de eficácia do submarino aumenta várias vezes", ressaltou Popov.

    Na lista dos submarinos de quarta geração estão os do projeto Borei e Yasen.

    Além disso, foi declarado que a Rússia pode ajudar a Coreia do Sul a construir um reator nuclear para navios oceânicos com base no reator RITM-200, que será instalado nos novíssimos quebra-gelos atômicos russos.

    "Em novembro de 2017, durante o encontro em Nizhny Novgorod, os representantes do Instituto Coreano de Pesquisas da Energia Atômica (KAERI na sigla em inglês) relataram que atualmente a parte coreana considera a possibilidade de desenvolver o conceito de um novo reator com a potência de 150-200 megawatts para os navios oceânicos com base no design do reator RITM-200", diz o relatório da subsidiária da Rosatom.

    "A parte russa disse estar pronta a cooperar com a parte coreana na fabricação de um reator nuclear 'chave na mão', caso a Coreia envie à Rússia o respectivo pedido oficial de cooperação e este tenha a aprovação necessária da corporação governamental Rosatom", adiciona o documento.

    O RITM-200 é um reator nuclear elaborado pela empresa OKBM Afrikantov destinado a ser instalado nos quebra-gelos nucleares e estações atômicas flutuantes.

    Mais:

    Rússia vai lançar primeira usina nuclear flutuante com perspectiva de exportação
    Usina nuclear flutuante russa chega a Murmansk para cumprir sua missão final (VÍDEO)
    Por que Rússia precisa dos quebra-gelos mais potentes do mundo?
    Tags:
    submarino, reator nuclear, quebra-gelo, navio, Rosatom, Coreia do Sul, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik