17:16 16 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Exército das Filipinas

    Chancelaria das Filipinas considera sanções dos EUA uma hipocrisia contra o país

    © AP Photo / Bullit Marquez
    Defesa
    URL curta
    3122

    Em particular, as Filipinas planejam continuar comprando armas russas apesar das sanções impostas pelos EUA, declarou o chefe da chancelaria do país, Alan Peter Cayetano.

    "Nas últimas duas semanas na mídia houve muitas críticas quanto a possíveis sanções dos EUA [caso países comprem armas russas]. Já esperávamos isso, e esperamos ainda mais. Mas não opino que vamos recusar isso [o armamento russo]", afirmou Cayetano durante encontro com seu homólogo russo, Sergei Lavrov.

    Ao mesmo tempo, o ministro confirmou a intenção das Filipinas de desenvolver e até mesmo intensificar a cooperação técnico-militar com a Rússia.

    "Algumas pessoas se preocupam com isso, mas se quisermos realizar uma política internacional independente, não devemos permitir que ninguém nos dite regras", sublinhou.

    "Se isso [introdução de sanções] acontecer, será uma hipocrisia [dos EUA]", destacou.

    Em 6 de abril, os Estados Unidos impuseram novas sanções à Rússia, sob a Lei contra os Adversários Contra as Sanções (CAATSA), dos Estados Unidos, em oposição aos supostos esforços globais de desestabilização de Moscou.

    As sanções visaram altos funcionários do governo e legisladores, bem como empresas estatais e privadas, incluindo a exportadora russa de equipamentos militares Rosoboronexport. Sob a CAATSA, qualquer terceiro que realize transações importantes com uma empresa sancionada é passível de medidas punitivas.

    Mais:

    Filipinas quer dar armas de graça para quem quiser combater o crime nas ruas
    Duterte: Filipinas não planeja criar alianças militares com Rússia ou China
    EUA e Filipinas iniciam maiores manobras militares conjuntas na presidência de Duterte
    Filipinas criticam relatório dos EUA que classifica Duterte como 'ameaça à democracia'
    Tags:
    cooperação técnico-militar, compra, armas russas, Chancelaria, Sergei Lavrov, Rússia, EUA, Filipinas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik