21:19 17 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Caça F-35 da Força Aérea de Israel

    Soldados israelenses teriam publicado foto do F-35 deixando escapar dados secretos

    © AP Photo / Ariel Schalit
    Defesa
    URL curta
    7183

    Foto de um caça de quinta geração teria sido publicada entre outras imagens de armas secretas de Israel em um fórum militar não especificado. As Forças de Defesa de Israel ainda não comentaram a informação.

    Um oficial das Forças de Defesa de Israel (IDF, na sigla em inglês) teria publicado uma foto do caça F-35 armado em um bunker subterrâneo na base de Nevatim, podendo, assim, ter revelado dados secretos do caça avançado, comunicou nesta terça (31) o canal de televisão israelense Hadashot, citado pelo jornal The Times of Israel. A mídia não especificou quando a imagem foi postada.

    Hadashot também compartilhou outros casos de militares israelenses postando fotos de equipamentos militares secretos. De acordo com o canal, o técnico da base de tanques tirou fotos de um equipamento de tanque secreto, enquanto um militar da Marinha fotografou seu centro de comando. Ambos teriam publicado as imagens em um fórum militar não especificado.

    A edição não revelou o nome do fórum nem a data das infrações, mas disse que os oficiais das Forças de Defesa israelenses não tinham autorização para publicar as fotos e foram despedidos a pedido dos oficiais do exército de Israel. Um oficial de tanques entrevistado pelo canal israelense classificou as publicações como "atos de espionagem", dizendo que poderiam ajudar os inimigos de Israel.

    Israel adquiriu caças F-35 de quinta geração depois do fim do programa Joint Strike Fighter. O programa foi dirigido pelos EUA e visava criar um caça avançado para si e seus aliados. O programa foi iniciado em 1992 e concluído em 2018 com a entrega dos primeiros jatos aos compradores.

    Os EUA e Israel têm guardado em segredo informações sobre o F-35, que levou ao conflito entre Washington e Ancara que quer comprar tanto caças estadunidenses F-35 como os sistemas russos de defesa antiaérea S-400. O Congresso dos EUA está preocupado que a Rússia possa usar os mísseis S-400, que serão comprados pela Turquia, para detectar os pontos fracos do avião, por isso suspendeu a venda de caças para Ancara até que o Pentágono confirme ou desaprove as preocupações.

    Mais:

    Que países não serão 'punidos' pelos EUA por comprar armas russas e por quê?
    'Blefar não adiantou': especialista militar comenta escolha de Ancara a favor do S-400
    Programa caro, avião barato: F-35 dos EUA se tornaria o caça ocidental mais competitivo?
    Tags:
    defesa antiaérea, mísseis, caça, S-400, F-35, Forças de Defesa de Israel (FDI), Israel, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik