08:47 18 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Bombardeiro estratégico PAK DA, protótipo

    Bombardeiro prospectivo russo será construído com uso de tecnologias furtivas

    © Foto: militaryrussia.ru
    Defesa
    URL curta
    13281

    O sistema aéreo prospectivo para aviação de longo alcance PAK DA será construído com o uso de tecnologias furtivas, declarou o vice-ministro da Defesa da Rússia, Aleksei Krivoruchko.

    "Na criação do sistema aéreo prospectivo para aviação de longo alcance serão usadas tecnologias furtivas", contou ele aos jornalistas depois da visita à Usina de Aviação Gorbunov em Kazan.

    Nesta quinta-feira (12), Krivoruchko participou em Kazan de reunião sobre a execução da ordem governamental, avaliando também a potência de produção da usina, onde se planeja lançar a produção do sistema para aviação de longo alcance PAK DA.

    "Verificamos como decorrem os trabalhos na área prioritária da usina, construção dos aviões Tu-160M — em geral, os trabalhos estão sendo efetuados como previsto, há alguns atrasos em certas áreas, mas há também avanços", afirmou o vice-ministro.

    Atualmente, na usina estão sendo reparados aviões de longo alcance Tu-22M3 e Tu-160 e estão sendo renovados equipamentos radioeletrônicos, complexos de direção de armas, sistemas de suporte de vida da tripulação e extensão de usabilidade das aeronaves.

    Vale destacar que um dos objetivos-chave da usina engloba questão de reprodução de um novo design para o avião Tu-160. A produção em série de bombardeiros estratégicos e porta-mísseis Tu-160M2 está marcada para 2020-2021. O Ministério da Defesa planeja comprar cerca de 50 máquinas em questão.

    Mais:

    Por que EUA se recusam a reconhecer Su-57 russo como caça de 5ª geração?
    Outras potências já têm: analista sobre criação de avião russo para luta radioeletrônica
    Analista: mísseis hipersônicos Kinzhal nos bombardeiros aumentarão capacidade de combate
    Tags:
    longo alcance, aviação, bombardeiro estratégico, Tu-160, Tu-22M3, Ministério da Defesa (Rússia), Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik