07:58 20 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Avião de vigilância marítima P-3C (imagem ilustrativa)

    Avião português garantirá segurança do espaço aéreo do Báltico

    © AP Photo / Paul Kane
    Defesa
    URL curta
    332

    O avião P-3C da Força Aérea de Portugal participará no patrulhamento do espaço aéreo dos países do mar Báltico.

    "Para reforçar a polícia aérea da OTAN, um P-3C da Força Aérea Portuguesa vai patrulhar o espaço aéreo dos países bálticos, observar o movimento no mar junto com caças da Espanha e França, fornecendo informações ampliadas a seus pilotos", comunica o Ministério da Defesa da Lituânia.

    De acordo com o ministério, o avião português chegou à Lituânia no fim de junho a partir de uma base no seu país, transportando a bordo 30 militares e encontra-se estacionado na base lituana em Siauliai.

    Os países bálticos não possuem aviões aptos para patrulhamento aéreo. Por isso, desde abril de 2004 (após sua adesão à OTAN), a vigilância do espaço aéreo tem sido efetuada por aviões dos países-membros da Aliança Atlântica, que assumem essa missão rotativamente.

    Desde maio, dez caças das Forças Aéreas de Portugal e Espanha têm desempenhado policiamento aéreo da Aliança Atlântica no território da Lituânia.

    Em Siauliai estão posicionados quatro caças F-16 e seis espanhóis Eurofighter Typhoon.

    Mais:

    Exercícios aéreos da OTAN começam nos países do Báltico
    Quem fica mais prejudicado com os exercícios da OTAN no Báltico?
    Este é o maior medo dos países do Báltico diante da Rússia, diz mídia
    Polícia Aérea da OTAN escolta aviões militares russos sobre mar Báltico
    Tags:
    caças, aviões, missão de patrulha, polícia, P-3C, Força Aérea, OTAN, Portugal, Lituânia, Países Bálticos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik