21:24 19 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Sistema de mísseis S-400

    Rússia completa testes do novo míssil para sistema de defesa antiaérea S-400

    © Sputnik / Igor Zarembo
    Defesa
    URL curta
    4360

    O exército russo completou os testes estatais do míssil de longo alcance 40N6E, projetado para o sistema de defesa antiaérea S-400 Triumph. Também surgiram informações sobre quando o novo míssil será adotado em serviço.

    De acordo com a edição Russkoe Oruzhie, citando uma fonte da indústria de defesa russa que pediu anonimato, uma comissão especial reconheceu os testes como bem-sucedidos. De acordo com a fonte, o míssil 40N6E pode entrar no serviço operacional da Rússia já até o final do terceiro trimestre deste ano.

    Representantes oficiais do consórcio Almaz-Antey, fabricante do S-400, ainda não comentaram essas informações.

    O míssil 40N6E é capaz de destruir alvos a uma distância de 400 quilômetros. De acordo com vários dados, sua altura máxima de lançamento é de 185 quilômetros.

    Anteriormente, a Força Aérea dos EUA tinha afirmado que não conseguirá se opor ao sistema de defesa antiaérea russo, reconhecendo a eficácia do mesmo contra aviões furtivos e mísseis balísticos e de cruzeiro.

    O S-400 Triumph é o sistema antiaéreo russo mais avançado, capaz de atingir alvos aéreos em distâncias de até 400 quilômetros e mísseis balísticos até 60 quilômetros de distância. Um lançador S-400 pode disparar pelo menos quatro tipos de mísseis interceptores, e um esquadrão pode atingir até 36 alvos ao mesmo tempo.

    No momento, a Índia está negociando a compra de S-400, anteriormente Ancara fechou um contrato para fornecimento desses sistemas russos.

    Mais:

    Relatos: Índia aprova fornecimento de S-400 russos apesar do descontentamento dos EUA
    Apesar dos S-400, Trump garante F-35s à Turquia, afirma ministro turco
    Competição eterna: especialista comenta planos dos EUA de combater S-400 russos
    Tags:
    testes, míssil, S-400, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik