18:34 15 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Soldados das Forças Especiais da China (foto de arquivo)

    Engenheiros chineses elaboram 'AK-47 a laser' capaz de queimar adversário (FOTO)

    © AFP 2018 / Stringer
    Defesa
    URL curta
    3162

    Cientistas da China elaboraram um fuzil de assalto a laser ZKZM-500, que já foi batizado de "AK-47 a laser", comunicou neste sábado (1°) a edição South China Morning Post.

    O rifle a laser é considerado uma arma não letal. Pesando três quilos, a arma pode atingir alvos a uma distância de 800 metros, sendo capaz de cegar o adversário e queimar o tecido e a pele dele. 

    De acordo com a edição, o fuzil "queima a roupa em um instante, e se o tecido é facilmente inflamável, a roupa pode pegar fogo completamente".

    A potência da bateria do rifle é suficiente para efetuar mais de mil disparos, cada um com duração de menos de dois segundos, enquanto o próprio acumulador pode ser recarregado. O disparo a partir do fuzil chinês não pode ser visto a olho nu. 

    "Ninguém saberá de onde o disparo foi realizado. Vai parecer um acidente", assinalaram os desenvolvedores do rifle.

    ​Segundo a edição, a arma pode ser instalada em veículos, navios e aviões. "No momento, o fuzil está pronto para ser lançado em produção em série, e talvez, seja entregue a unidades antiterroristas", lê-se na matéria. 

    O custo de um ZKZM-500 será de US$ 15 mil (R$ 58 mil).

    Mais:

    Especialistas norte-americanos avaliam arsenal nuclear da China
    'Estado quase ártico': China está a caminho de alcançar seu sonho polar
    Futuros porta-aviões nucleares da China podem ter 'coração' russo
    Brasil e China trocarão experiências na luta contra a corrupção
    Tags:
    arma a laser, fuzil de assalto, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik