07:44 15 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Tropas dos EUA e do Afeganistão na cidade de Yawez (imagem referencial)

    Exército norte-americano será equipado com fuzis de paintball

    © flickr.com/ DVIDSHUB
    Defesa
    URL curta
    341

    O Exército dos EUA assinou um grande contrato para compra de fuzis de paintball, que militares planejam utilizar no Afeganistão como arma não letal, comunicou a revista Popular Mechanics.

    De acordo com a matéria, as forças terrestres dos EUA fecharam com a empresa Perrerball um contrato de US$ 650 mil (R$ 2,4 milhões) que prevê o fornecimento ao exército de sistemas Variable Kinetic Systems (VKS, na sigla em inglês), que funcionam no mesmo princípio do jogo paintball. 

    A arma efetua disparos com bolinhas, cheias de vários tipos de misturas. Quando atingem seu alvo, as bolinhas se explodem, dispersando uma nuvem de substâncias venenosas.

    Segundo informações da revista, algumas bolinhas dos VKS utilizam nonivamida (PAVA), um pó sintético que causa perda temporária de visão e da capacidade de agir por um curto período. Há também bolinhas com gás lacrimogênio. O terceiro é baseado no princípio de ação combinada.

    De acordo com especialistas, os VKS podem de tornar uma boa alternativa para substituir armas letais. Prevê-se que as unidades militares dos EUA instaladas no Afeganistão obtenham capacidades adicionais para neutralizar ameaças, assinalou a edição.

    Armas não letais da empresa Perrerball se distinguem por sua alta taxa de tiros, uma vez que seu raio de alcance corresponde a 50 metros. O próprio fuzil é similar a uma carabina M4, a principal arma de pequeno porte do Exército dos EUA. 

    Mais:

    'Cadete comunista': Exército dos EUA expulsa soldado que posou com camiseta de Che
    EUA oferecem doação de equipamentos militares ao Exército Brasileiro
    Tags:
    arma, fuzis, Afeganistão, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik