01:45 20 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Caças multifuncional russo Su-35 da geração 4++

    Segurança total: escudos eletrônicos protegerão aviação da Rússia

    CC BY 2.0 / Dmitry Terekhov
    Defesa
    URL curta
    7320

    Os sistemas modernizados Khibiny são capazes de defender as aeronaves dos mísseis terra-ar, bem como localizar e neutralizar os canais de radiocomunicação do adversário.

    Segundo declarou ao jornal russo Izvestia uma fonte do Estado-Maior da Força Aeroespacial da Rússia, os sistemas modernizados já estão em serviço das unidades russas que participam da operação antiterrorista na Síria.

    Esses sistemas de proteção foram desenhados pelo Instituto Radiotécnico de Investigação Científica de Kaluga e estão instalados em dois contêineres localizados nas asas da aeronave. Um deles está equipado com um receptor capaz de determinar a frequência do sinal de rádio do inimigo, enquanto o segundo possui um dispositivo de memória digital que gera interferência de resposta. Ao analisar sinais inimigos, o sistema escolhe a estratégia de proteção. Assim, pode utilizar interferências acústicas, que ocupam todo o espectro, ou produzir falsos alvos nos radares do adversário.

    A versão modernizada também conta com um terceiro componente, instalado debaixo de fuselagem da aeronave. No caso de uma ofensiva colectiva, é capaz de proteger toda a unidade aérea.

    O novo sistema também pode interferir nos sistemas de defesa antimíssil terrestres, bem como realizar operações de inteligência eletrônica.

    De acordo com o analista militar Alexei Leonkov, citado pelo jornal, a nova geração do sistema Khibiny aumentará em muito a sobrevivência dos caças russos que estão envolvidos nas operações em áreas de alcance dos sistemas de defesa antimíssil.

    Segundo o especialista, engenheiros militares russos trabalharam na criação de um sistema de proteção eletrônica por várias décadas.

    "Os contêineres do Khibiny das gerações anteriores foram instalados nos Su-34 e Su-35 e exerciam tarefas de proteção individual. Mas, neste caso, a carga útil da aeronave — em particular o número de armas que o avião pode transportar — fica significativamente reduzida", explicou.

    Ao mesmo tempo, ele ressaltou que o uso do sistema a bordo de apenas uma das aeronaves da unidade permite que o resto dos aviões tenha mais armas a bordo. O analista lembrou que os EUA protegem seus caças com uma aeronave de guerra electrônica Boeing EA-18 Growler.

    Além de proteger as aeronaves de mísseis ar-ar e terra-ar e distorcer os dados de radar do adversário, o novo sistema é capaz de esconder o modelo concreto da aeronave, bem como o número exato de aeronaves.

    O Ministério da Defesa da Rússia prevê aumentar a percentagem das armas de guerra electrônica em 90% até 2020.

    Mais:

    Ministério da Defesa russo divulga VÍDEO de submarino estratégico disparando 4 mísseis
    Analista sobre mísseis S-500: Rússia é líder mundial em defesa antiaérea
    Mídia: sistema russo de defesa antiaérea S-500 bate recorde durante ensaio secreto
    Rússia reforça defesa do Ártico com bombardeiros supersônicos estratégicos
    Tags:
    caças russos, sistemas de defesa, radioeletrônica, escudo, Su-35, Su-34, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik