09:59 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Bombardeiro estratégico estadunidense Lancer B-1B

    Bombardeiros dos EUA são detectados espiando nas fronteiras da Rússia

    © Foto: Força Aérea dos EUA
    Defesa
    URL curta
    81031

    Bombardeiros estratégicos B-1B realizaram voos de treinamento na região do mar Báltico.

    Na noite de 1º para 2 de junho foram detectados dois bombardeiros estratégicos B-1B da Força Aérea dos EUA perto das fronteiras russas no mar Báltico. Um outro aparelho também realizou um voo de treinamento neste sábado (2) na mesma zona.

    No mesmo dia, aeronaves militares dos EUA efectuaram ainda voos de reconhecimento perto da costa russa no mar Negro. Um Poseidon P-8A com o número de cauda 168998, conhecido como PS026, que partiu da base aérea de Sigonella, localizada na Sicília (Itália), aproximou-se das costas russas perto das cidades de Sevastopol e Gelendzhik e permaneceu na área por um período bastante longo.

    Além disso, um veículo aéreo não tripulado RQ-4B da Força Aérea dos EUA, com o número de cauda 10-2043, que também havia decolado de Sigonella, fez um longo voo perto da linha de contato em Donbass e, depois, nas proximidades da fronteira marítima da Crimeia e da costa da região russa de Krasnodar.

    Mais:

    Tu-160 russo vs B-1B Lancer norte-americano: qual é o melhor?
    Su-27 russo teria se aproximado de avião dos EUA sobre mar Báltico
    Mudança de estratégia? País do Báltico diz não querer mais militares da OTAN
    Caças da OTAN levantam voo para escoltar avião russo sobre mar Báltico
    OTAN nega planos de fortalecer presença no Báltico
    Tags:
    fronteiras russas, treinamento militar, voos de reconhecimento, bombardeiro estratégico, B-1B, Força Aérea dos EUA, Rússia, Crimeia, mar Báltico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik