20:48 17 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Base aérea de Araxos, Grécia (foto de arquivo)

    Contra que país OTAN estaria posicionando armas nucleares na Grécia?

    © AP Photo / Geert Vanden Wijngaert
    Defesa
    URL curta
    7616

    No dia 17 de maio, Fred Frederickson, chefe da Direção de Política Nuclear da OTAN, fez uma visita às instalações da base da Aliança Atlântica de Araxos, situada na península de Peloponeso, onde poderiam ser armazenadas armas nucleares dos EUA, comunicou a edição militaire.gr.

    De acordo com a edição, na sequência do aumento da presença militar dos EUA na Grécia, existe a possibilidade de Washington poder estar utilizando instalações gregas para guardar armas nucleares, o que "levanta questões" sobre a visita do militar norte-americano.

    As informações sobre a possível presença de armas nucleares norte-americanas na Grécia surgiram após a tentativa de golpe de Estado na Turquia em 2016.

    "Quando o acesso à base turca de Incirlik foi bloqueado para os EUA, Washington começou a pensar em deslocar as armas nucleares guardadas na Turquia, há informações que isso foi feito", segundo a edição.

    Em entrevista à Sputnik Turquia, o tenente-general aposentado da Força Aérea turca Erdogan Karakus comentou as informações.

    "Em meio aos acontecimentos no Mediterrâneo Oriental e tensões nas relações entre a Turquia e os EUA, Atenas está demonstrando com suas ações todo o apoio possível à OTAN para assegurar o apoio dos EUA", assinalou o analista, destacando que a visita do representante da OTAN a Araxos é um resultado deste processo.

    Karakus frisou que o Mediterrâneo Oriental tem sido palco de luta entre os interesses dos EUA e da Rússia. Neste confronto, os EUA já não podem usar a Turquia.

    "Enquanto isso, a Grécia vem se esforçando para obter o apoio dos EUA contra a Turquia no que se refere à questão de Chipre, tal como em relação às ilhas do mar Egeu", afirmou o militar, adicionando que os EUA, por sua vez, tentam tirar o máximo proveito da situação.

    "Sendo assim, podemos dizer que com a visita a Araxos os EUA estão dando um aviso para Ancara", ressaltou.

    Além disso, no momento a Albânia está procurando aderir à UE e à OTAN, recordou Karakus. Nesta situação, os EUA estão tentando obter o controle sobre parte do seu espaço marítimo e aéreo.

    "Depois de obterem acesso ao espaço aéreo, a zona econômica exclusiva também pode ser envolvida. Os EUA estão considerando Araxos através desta perspectiva."

    O militar concluiu que, por um lado, a Grécia está procurando obter apoio norte-americano, por outro – está sendo forçada por Washington a dar passos que satisfaçam os interesses norte-americanos na região.

    Mais:

    Grécia se recusa a participar de ataque à Síria
    Guardas de fronteira da Grécia atiram contra helicóptero da Turquia
    Em referência à Turquia, Grécia disse que vai 'esmagar' ameaça remanescente dos Otomanos
    Tags:
    arma nuclear, base, OTAN, Turquia, Grécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik