03:42 21 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Presidente russo, Vladimir Putin, na Parada da Vitória dedicada à comemoração do 73º aniversário da vitória sobre a Alemanha nazista

    Putin: Exército e Marinha e arsenal nuclear devem ser modernizados

    © Sputnik / Aleksei Nikolsky
    Defesa
    URL curta
    7250

    O presidente da Rússia, Vladimir Putin, declarou ser necessária uma modernização 'em todos os vetores' do Exército e da Marinha do seu país.

    "Está claro que devemos nós mover adiante e modernizar de forma consistente e em todos os vetores principais o Exército e a Marinha", disse Putin durante uma reunião com militares nesta terça-feira. 

    Vladimir Putin durante cerimônia solene de posse no Kremlin, Moscou, 7 de maio de 2018
    © Sputnik / Serviço de imprensa do presidente da Rússia
    Entre exemplos concretos, Putin informou que a troca dos sistemas de mísseis Topol por sistemas Yars continuará até o fim do ano e pelo menos 14 regimentos receberão equipamento.

    "Sem dúvida, as forças estratégicas nucleares desempenham um papel chave para a defesa. Conforme os planos do programa estatal de armamentos, este ano continuaremos a troca dos ultrapassados sistemas de mísseis Topol pelo mais novo sistema Yars. Até o fim de dezembro, 14 regimentos receberão esses equipamentos", disse Putin. 

    "Também durante o ano, o componente aéreo da tríade nuclear será reforçado por aeronaves estratégicas Tu-95MC e Tu-160 modernizadas, que estarão equipadas com mísseis de cruzeiro modernos de longa distância X-101 e X-102", acrescentou o presidente.

    Segundo a autoridade, os planos também contemplam a construção de cinco submarinos nucleares do projeto Borei.

    Mais:

    Rússia mostra seus 'guardiões do silêncio nuclear' (VÍDEO)
    Aproximando Irã, Rússia e China: saída dos EUA do acordo nuclear cria uma nova aliança
    Rússia está 'profundamente desapontada' com saída dos EUA do acordo nuclear iraniano
    Rússia reduziu arsenal nuclear em mais de 85% após Tratado de Não-Proliferação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik