06:05 25 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Avião antissubmarino Tu-142

    Ministério da Defesa da Rússia revela detalhes sobre intercepção de seus aviões pelos EUA

    © Sputnik / Mikhail Klimentiev
    Defesa
    URL curta
    8190

    Ao longo de 40 minutos, dois caças norte-americanos acompanharam os bombardeiros portadores de mísseis estratégicos Tu-95MS e aviões antissubmarino Tu-142 que estavam efetuando um voo sobre águas neutras, comunicou o representante oficial do Ministério da Defesa da Rússia, major-general Igor Konashenkov.

    O militar explicou que os respectivos aviões da Marinha russa, acompanhados por caças MiG-31 e Su-35, cumpriram com sucesso um voo sobre as águas neutras do oceano Ártico e dos mares de Bering e de Okhotsk. A missão durou 17 horas e no decorrer dela as tripulações dos Tu-95MS e Tu-142 treinaram reabastecimento em voo.

    Em um certo trecho do percurso, acrescentou Konashenkov, os aviões russos foram acompanhados por dois F-22 que, por sua vez, não se aproximaram a mais de 100 metros.

    Já as tripulações russas, adianta, cumpriram todas as tarefas de patrulhamento aéreo como planejado.

    "Os pilotos da aviação de longo alcance e da aviação naval efetuam regularmente voos sobre as águas neutras do Ártico, Atlântico, mar Negro e Pacífico. Todos os voos se efetuam em conformidade escrupulosa com as regras internacionais de uso do espaço aéreo, sem violação das fronteiras de outros países", informou.

    Mais:

    Inimigo fictício nas manobras da OTAN se parece muito com Rússia, diz mídia
    OTAN prepara exercícios militares no Mar Negro
    Caças da OTAN levantam voo para escoltar avião russo sobre mar Báltico
    Tags:
    intercepção, bombardeios, caça, Tu-95MS, Tu-142, Mar de Barents, Mar de Okhotsk, Pacífico, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik