14:10 18 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Comandante da 73ª Parada da Vitória, Oleg Salyukov, durante o ensaio geral em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha

    Armamentos que passaram 'batismo de fogo' na Síria desfilam pela Praça Vermelha (FOTOS)

    © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    Defesa
    URL curta
    Ekaterina Nenakhova
    11571

    A manhã de hoje, 6 de maio, foi cheia de ansiedade e nervosismo para centenas de militares russos que participaram do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória em Moscou. Tal como nos anos anteriores, eles saíram à principal praça do país para prestar homenagem à façanha dos seus heroicos antepassados, deixando o público boquiaberto.

    De costume, a parada de 9 de maio é um evento que quase todo o cidadão russo assiste em casa pela televisão, normalmente entre os seus familiares, pois quase cada família russa tem algum parente de alguma maneira envolvido na guerra mais sangrenta da história deste povo.

    Contudo, o grande evento é sempre precedido de inúmeros ensaios, sendo alguns deles realizados nas ruas de Moscou, dando aos residentes da capital uma oportunidade única de ver esse emocionante evento patriótico com seus próprios olhos.

    Ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, junto ao comandante da 73ª Parada da Vitória, Oleg Salyukov, durante o ensaio geral, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
    © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    Ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, junto ao comandante da 73ª Parada da Vitória, Oleg Salyukov, durante o ensaio geral, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha

    Já o ensaio geral, que coincide minuto por minuto com a parada de 9 de maio e se realiza poucos dias antes, reúne grande número de jornalistas e também sortudos a quem foi dado um convite especial — principalmente parentes dos veteranos e os próprios veteranos, bem como pessoas relacionadas com a esfera militar. Entretanto, os moradores conseguem mesmo assim sentir que também participam: eles se reúnem na outra margem do rio Moscou para saudar os batalhões e equipamentos a saírem da praça.

    A Sputnik Brasil também fez questão de ver por dentro como será a próxima parada e conseguiu captar uns dos momentos mais impactantes.

    Estudantes da Escola Superior Naval do Mar Negro Nakhimov participam do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
    © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    Estudantes da Escola Superior Naval do Mar Negro Nakhimov participam do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha

    A parada é sempre dividida em três etapas (ou, melhor dizendo, em quatro, se separarmos as primeiras duas): a apresentação da orquestra militar com célebres canções de guerra, o desfile de todos os destacamentos presentes, a passagem de equipamentos militares e o show de aviação.

    Hoje, devido às condições climáticas, à baixa visibilidade, os comandantes do ensaio decidiram cancelar a última parte do evento. Este é um problema que ocorre frequentemente nestes dias de maio por causa das peculiaridades do tempo neste mês. Porém, se espera que no próprio Dia da Vitória tudo dê certo, tanto mais que existe a chamada prática de "dispersar as nuvens" na capital nesse dia quando é necessário, para o mau tempo não perturbar nem o desfile nem a festa sempre amplamente celebrada pelos moradores.

    Ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, aperta a mão de um dos comandantes dos batalhões após o fim do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
    © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    Ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, aperta a mão de um dos comandantes dos batalhões após o fim do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha

    Tradicionalmente, cada ano o desfile costuma servir de "estreia" para as novidades da indústria militar do país. Neste ano, são os veículos de combate de apoio aos tanques Terminator, os equipamentos de desminagem robóticos Uran-6 e os sistemas de combate multifuncionais Uran-9, para além dos veículos aéreos não tripulados Korsar e Katran.

    Comandante da 73ª Parada da Vitória, Oleg Salyukov, durante o ensaio geral em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
    © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    Comandante da 73ª Parada da Vitória, Oleg Salyukov, durante o ensaio geral em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha

    Vale ressaltar que, segundo comunicaram os representantes do Ministério da Defesa aos jornalistas, a maior parte destes equipamentos já foi testada em combate real — isto é, na luta antiterrorista na Síria. Assim, suas declaradas capacidades de combate não são apenas palavras, pois sua prova já reside nos êxitos esmagadores do exército sírio junto com os militares russos.

    Assim, o Uran-9, por exemplo, foi utilizado na desminagem da antiga cidade de Palmira, assim como de Aleppo e Deir ez-Zor.

    • Ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, passa revista aos batalhões durante o ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      Ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, passa revista aos batalhões durante o ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    • Participantes do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      Participantes do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    • Comandante da 73ª Parada da Vitória, Oleg Salyukov, durante o ensaio geral em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      Comandante da 73ª Parada da Vitória, Oleg Salyukov, durante o ensaio geral em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    • Estudantes do Colégio de Música Militar de Moscou participam do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      Estudantes do Colégio de Música Militar de Moscou participam do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    • Batalhões femininos participam do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      Batalhões femininos participam do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    • Veículo blindado Tigr-M com canhão automático participa do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      Veículo blindado Tigr-M com canhão automático participa do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    • Veículos blindados Taifun-K da Polícia Militar da Rússia participam do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      Veículos blindados Taifun-K da Polícia Militar da Rússia participam do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    • Agentes da Polícia Militar da Rússia em veículos blindados Taifun-K participam do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      Agentes da Polícia Militar da Rússia em veículos blindados Taifun-K participam do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    • Obuseiros autopropulsados Msta-S participam do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      Obuseiros autopropulsados Msta-S participam do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    • Versão ártica do veículo blindado BTR-82A participa do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      Versão "ártica" do veículo blindado BTR-82A participa do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    • Veículo aéreo não tripulado Katran participa do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      Veículo aéreo não tripulado Katran participa do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    • Veículo aéreo não tripulado Korsar participa do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      Veículo aéreo não tripulado Korsar participa do ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha
      © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    1 / 12
    © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    Ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, passa revista aos batalhões durante o ensaio geral da 73ª Parada da Vitória, em 6 de maio de 2018, na Praça Vermelha

    Além dos "recém-chegados", a parada também contou com a participação de armamentos de produção nacional já conhecidos, tais como o lançador múltiplo de foguetes Smerch, os complexos de mísseis Iskander-M, Yars e Pantsir-S, os sistemas de defesa antiaérea S-400 Triumph, os tanques Armata, T-34-85 e T-72B3, os obuseiros autopropulsados Msta-S e Koalitsia, entre muitos, muitos outros.

    Agora, quando você já experimentou este "aperitivo", não perca a oportunidade de acompanhar em detalhe a 73ª Parada da Vitória em 9 de maio, às 4h da madrugada (hora de Brasília) em nossa transmissão ao vivo no site!

    Mais:

    Mísseis hipersônicos russos Kinzhal serão apresentados na Parada da Vitória
    Toda a fina flor da aviação russa em pleno ensaio da Parada da Vitória
    Ministério da Defesa russo revela que novo material bélico aparecerá na Parada da Vitória
    Tags:
    parada, desfile, Yars, Iskander-M, BTR-82, Dia da Vitória, Sergei Shoigu, Praça Vermelha, Rússia, Moscou
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik