09:00 12 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Quebra-gelo diesel-elétrico russo Ilya Muromets em São Petersburgo, Rússia

    Inovador quebra-gelo russo Ilya Muromets inicia testes no Ártico

    © Sputnik / Igor Russak
    Defesa
    URL curta
    1230

    O mais recente quebra-gelo da Frota do Norte russa, Ilya Muromets, iniciou testes no mar de Barents, informou na segunda-feira (16) o assessor de imprensa da frota, Vadim Serga.

    O quebra-gelo diesel-elétrico russo saiu para testes em 12 de abril. No momento, o navio está nos campos de gelo na parte leste do mar de Barents, segundo o assessor.

    A espessura de gelo na área dos testes varia entre 50 e 100 centímetros, "assim, as condições são as mais propícias para realizar testes e correspondem às caraterísticas técnicas do quebra-gelo", comentou Serga.

    Planeja-se que os testes durarão até o fim de abril e depois o Ilya Muromets voltará ao porto de Murmansk.

    O assessor da Frota do Norte sublinhou que o quebra-gelo aumentará significativamente as capacidades técnicas e materiais da frota cumprindo suas tarefas no Ártico.

    "[Ilya Muromets] deve participar da viagem ártica de navios de guerra e embarcações de assistência ao longo da Rota Marítima do Norte já neste ano", comentou.

    A Marinha russa recebeu o quebra-gelo Ilya Muromets em 30 de novembro de 2017. Em 2 de janeiro de 2018, o navio foi entregue à Frota do Norte russa. O quebra-gelo tem 85 metros de comprimento, 20 metros de boca e deslocamento de cerca de 6 mil toneladas.

    O quebra-gelo possui uma plataforma para helicópteros, um guindaste de 26 toneladas de capacidade de carga e um sistema de reboque.

    Graças a sua multifuncionalidade, o navio pode realizar missões científicas e de pesquisa, de transporte, de salvamento e outras no oceano Ártico.

    Mais:

    Rússia cria no mar de Azov grupo especial para lutar com pirataria ucraniana
    Para o que caças russos estão se preparando no Ártico?
    Tags:
    testes, quebra-gelo, Ilya Muromets, Marinha da Rússia, Frota do Norte, Mar de Barents, Ártico, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik