16:28 24 Maio 2018
Ouvir Rádio
    A bandeira da República Popular da China e as Estrelas e Listras dos Estados Unidos tremulam pela Avenida da Pensilvânia, perto do Capitólio dos EUA, durante a visita de Estado do presidente chinês, Hu Jintao em 18 de janeiro de 2011 (foto de arquivo).

    EUA precisam abandonar 'ideias ultrapassadas da Guerra Fria', diz Pequim

    © REUTERS / Hyungwon Kang
    Defesa
    URL curta
    6222

    A China espera que os Estados Unidos considere de maneira objetiva os objetivos estratégicos de Pequim e abandone seus conceitos "ultrapassados" da Guerra Fria, disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, nesta quinta-feira (1).

    Nesta semana, o chefe do Comando Estratégico dos EUA, John Hyten, afirmou que a Rússia é a ameaça mais significativa para Washington e que Pequim é o adversário que se move mais rápido. 

    "Observamos que alguns representantes das Forças Armadas dos EUA têm feito declarações periodicamente especulando sobre uma suposta ameaça da China. As intenções estratégicas chinesas são bastante transparentes, nosso desenvolvimento visa garantir o bem-estar do nosso povo e manter a paz e o desenvolvimento do mundo inteiro. Esperamos que os Estados Unidos possam abandonar as ideias ultrapassadas da Guerra Fria", disse o porta-voz da chancelaria chinesa.

    Os Estados Unidos são o maior poder militar do mundo e o país que mais investe no setor de defesa, também declarou Hua. 

    O representante do Ministério das Relações Exteriores da China afirmou que o investimento militar de Washington é maior do que o gasto somado dos outros seis países que mais investem no setor. Ainda assim, os Estados Unidos afirmam que outros países representam uma ameaça, disse Hua.

    Mais:

    'Longa espada': China exibe VÍDEO chocante de teste do míssil de cruzeiro mortal
    Carregador de bateria provoca incêndio em avião na China (VÍDEO)
    Reeleição indefinida de Xi Jinping desperta raro debate público na China
    China alterará Constituição para Xi poder governar por tempo ilimitado
    Índia realizará manobras navais para frear influência da China no oceano Índico
    China vai destronar os EUA como a maior nação de energia nuclear, diz agência
    China condena novas sanções unilaterais dos EUA contra Coreia do Norte
    Tags:
    Ministério das Relações Exteriores da China, John Hyten, Estados Unidos, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik