11:27 23 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Sistemas de defesa antimíssil S-400 russos na Crimeia

    Rússia poderia vender sistemas S-400 aos EUA, se eles quiserem

    © Sputnik/ Sergei Malgavko
    Defesa
    URL curta
    18196

    O diretor-geral da corporação estatal russa Rostec, Sergei Chemezov, em entrevista ao jornal Washington Post não descartou a possibilidade de vender sistemas russos de defesa antiaérea S-400 aos EUA caso Washington demonstre sua intenção de comprá-los.

    O jornalista da edição perguntou a Chemezov sobre o objetivo estratégico do fornecimento dos sistemas russos de defesa antiaérea S-400 à Turquia, sendo este um país integrante da OTAN. Moscou e Ancara anunciaram o acordo firmado em setembro do ano passado.

    "O S-400 não é um sistema de ataque, mas sim de defesa. Nós podemos vendê-lo aos norte-americanos, se eles quiserem. Em minha opinião, não tem problema nenhum em termos de estratégia. Tampouco isso pode representar um problema para a segurança da Rússia", assinalou.

    "Ao contrário, caso um país seja capaz de garantir a segurança de seu espaço aéreo, ele vai sentir-se mais seguro, já que aqueles que intencionariam atacá-lo vão pensar duas vezes", explicou Chemezov.

    De acordo com ele, há muitos países que gostariam de adotar em seu serviço o sistema de defesa antiaérea russo, por isso o S-400 desfruta de uma demanda considerável.

    O S-400 Triumph é o mais novo sistema de mísseis antiaéreos de longo alcance. Ele se destina a abater meios aéreos, mísseis balísticos e de cruzeiro, incluindo de médio alcance, bem como ser usado contra alvos terrestres.

    O sistema tem um alcance de até 400 quilômetros, sendo capaz de eliminar alvos a uma altitude de até 30 quilômetros.

    Mais:

    Analista: armas estratégicas e espaciais dos EUA contra Rússia perderão sua importância
    Rússia propõe a EUA estabelecer limite máximo de aproximação entre aviões e navios
    Rússia revela como EUA criam obstáculos à sua luta contra terrorismo na Síria
    Tags:
    sistema de defesa aérea, venda de armas, S-400 Triumph, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik