19:56 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Novo submarino não tripulado estadunidense Sea Hunter

    Novo 'caçador marítimo' estadunidense acaba de provar suas capacidades (VÍDEO)

    CC BY 2.0 / Oficina de Investigação Naval
    Defesa
    URL curta
    683
    Nos siga no

    O Sea Hunter, novo submarino não tripulado dos EUA, desenvolvido para detectar e vigiar submarinos inimigos, passou com sucesso os testes, provando suas capacidades inéditas.

    O vídeo dos testes do novo robô antissubmarino estadunidense Sea Hunter (Caçador Marítimo) foi publicado no YouTube pela Agência de Projetos de Investigação Avançados de Defesa (DARPA, na sigla em inglês).

    O novo sistema robótico tem por objetivo detectar e vigiar pequenos submarinos diesel-elétricos equipados com tecnologia de camuflagem 'stealth'. Os trabalhos de construção começaram em 2010 no âmbito da cooperação conjunta entre a DARPA e o US Office of Naval Research (Escritório de Investigação Naval).

    Os testes do sistema foram iniciados em abril de 2016. Até o momento, poucos detalhes sobre o Sea Hunter foram divulgados. Em particular, sabe-se que o novo submarino autônomo tem 40 metros de comprimento e é capaz de alcançar a velocidade de 50 km/hora. O Sea Hunter está equipado com vários sonares e sistemas de navegação.

    Ao mesmo tempo, os engenheiros militares do Instituto de Problemas de Tecnologias Marítimas da Academia de Ciências da Rússia estão trabalhando para criar um sistema robótico submarino capaz detectar e destruir alvos analisando a estrutura espaciotemporal dos campos sonoros e energéticos.

    Mais:

    Arma suprema: EUA receiam 'dueto' de bombardeiro modernizado Tu-160M2 e mísseis Kalibr
    EUA testam arma hipersônica 'capaz de atacar qualquer lugar da Terra em uma hora'
    China responde aos avanços dos EUA na Ásia com sua arma mais assustadora (VÍDEO)
    Arma de sonho: por que é complicadíssimo para EUA 'criar um míssil como o dos russos'
    Tags:
    camuflagem, tecnologia stealth, testes, robô submarino, Sea Hunter, DARPA, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar